Policial

Suspeito de espancar enteado de dois anos é assassinado

Suspeito de espancar enteado de dois anos é assassinado 1

O homem suspeito de espancar o enteado de apenas dois anos, em 20 de agosto deste ano, foi assassinado na manhã deste sábado (24), em Rio Tinto, no Litoral Norte da Paraíba.

A Polícia Militar na região confirmou a informação ao Portal Correio, mas não deu detalhes da ocorrência, nem divulgou o nome da vítima. Conforme a polícia, o homem estaria sofrendo ameaças e pode ter sido morto por causa da situação envolvendo a criança.

Até o fechamento desta matéria, a ocorrência ainda estava aberta e nenhum suspeito do crime havia sido preso.

O caso

Um menino de dois anos foi internado no Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, na terça-feira (20), após supostamente ter sido espancado.

A mãe da criança, uma jovem de 17 anos, e o companheiro dela, que foi morto neste sábado (24), são suspeitos no caso, que ocorreu em Rio Tinto, Litoral Norte da Paraíba, a 52 km da Capital.

Antes de ser assassinado, o padrasto do menino negou que tenha batido na criança e acusou a mãe dele de o fazer. A mãe do garoto é uma adolescente de 17 anos e seria “amante” do suspeito, como ele mesmo disse à TV Correio no dia 22 de agosto.

O homem se apresentou à polícia no dia 22, em Rio Tinto, onde prestou depoimento ao delegado Deusdete Leitão e negou que tivesse maltratado a criança.

De acordo com o Hospital de Trauma de João Pessoa, neste sábado (24), o menino ainda está internado em situação estável e respondendo bem ao tratamento médico. Nessa semana, ele foi submetido ao exame de corpo de delito que vai dizer se foi espancado ou não. O resultado ainda não foi divulgado.

A mãe afirmou à polícia que ele estava machucado porque sofreu picadas de abelhas e teve reações alérgicas. Caso seja comprovado que ela espancou a criança, poderá responder medidas socioeducativas.

PORTAL CORREIO

Etiquetas

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

3 Comentários

  1. Responder por agressão a um inocente indefeso com medida sócio educativa? Desculpe mas, então quem tem q responder por crime, e ser condenado com prisão em regime fechado com pena rigorosa é o juiz q julga o caso.

  2. Que a Lei seja mudada uma mulher 17 anos já entende bem a vida, ainda vai idar uma lição de socieducativa do mesmo essas leis. Amanhã continua fazendo errando por que as leis não muda nunca e quem paga principalmente por isso tudo são as crianças inocentes que se quer não conseguem se defederem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
error: Não Permitido!
Fechar