Política

Há um mês à frente do Governo, João Azevêdo considera gestão ‘tranquila’

Há um mês à frente do Governo, João Azevêdo considera gestão ‘tranquila’ 1O governador João Azevêdo (PSB) lidera a Paraíba há pouco mais de um mês. Para o gestor, os 31 primeiros dias de administração não são de grandes surpresas. Segundo ele, o mês de janeiro foi marcado pela tranquilidade na tomada de decisões.

“Mesmo com o processo de mudança de Governo, estamos trabalhando normalmente”, garantiu João, que continua a destacar a ‘continuidade’ como uma das principais características de sua gestão, em referência ao prosseguimento das ações do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB).

Para Azevêdo, uma mudança considerável é o acordo com o Tribunal de Justiça para o pagamento de precatórios, que segundo ele, antes do governo de Ricardo não era pago. “O Governo do Estado já pagou R$ 700 milhões em precatórios de 2011 até agora”, afirmou.

Entre as ações do Governo, estão o anúncio do concurso para professor, Procuradoria Geral do Estado e Agência Executiva de Gestão das Águas (AESA) e a intervenção em hospitais públicos do Estado. O governador também afirmou que irá convocar os militares aprovados em concurso público realizado em 2018, que ainda não foram chamados.

O gestor ainda falou sobre criação de Centro de Comando e Controle que irá interligar as forças de segurança do estado.

Durante sua campanha política na disputa para o cargo, João prometeu criar quatro mil vagas para professores no Estado, implantar o VLT em Campina Grande e criar oportunidades para alunos que concluírem cursos técnicos.

Etiquetas

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira as mais Recentes

Fechar
Botão Voltar ao topo
error: Não Permitido!
Fechar