Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Início / Mundo / Espanha resgata 59 imigrantes, mas 9 seguem desaparecidos

Espanha resgata 59 imigrantes, mas 9 seguem desaparecidos

A guarda costeira espanhola resgatou nesta quinta-feira (16) 59 migrantes que estavam à deriva perto do arquipélago das Ilhas Canárias, um dia após o desaparecimento de nove outras pessoas que tentavam chegar por mar ao sul do país.

Quarenta e sete homens, 11 mulheres e um bebê estavam a bordo da embarcação socorrida nesta quinta de manhã pelo serviço de resgate marítimo, a cerca de 300 quilômetros ao sul da ilha de Gran Canaria, informou uma porta-voz à AFP.

Os migrantes, que haviam partido da costa do Saara Ocidental, foram levados para o porto de Arguineguin nesta ilha.

Na quarta-feira, outro barco que se dirigia para a cidade espanhola de Cádiz foi interceptado por uma patrulha marroquina.

Os espanhóis ofereceram ajuda, mas não receberam resposta dos marroquinos, que, em seguida, anunciaram que duas pessoas haviam sido resgatadas, mas outras nove pessoas estavam desaparecidas, segundo a porta-voz do serviço de resgate marítimo.

Os imigrantes estavam perto da costa marroquina e tentavam atravessar o Estreito de Gibraltar em condições meteorológicas muito adversas, de acordo com a fonte.

A Espanha é um ponto de trânsito para muitos migrantes, tanto por mar quanto por terra, através de seus dois enclaves espanhóis no Norte de África, Ceuta e Melilla.

Segundo a Organização Internacional para as Migrações (OIM), mais de 13 mil imigrantes chegaram à Espanha em 2016, mais de 8.100 por mar.

G1

Sobre O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Aproveite e Veja Também...

EUA vão contratar 15 mil agentes para reforçar controle migratório

O governo de Donald Trump estabeleceu nesta terça-feira (21) as novas diretrizes de controle migratório …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *