Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Início / Mundo / Metade dos republicanos apoia adiar eleição de 2020 nos EUA, diz pesquisa

Metade dos republicanos apoia adiar eleição de 2020 nos EUA, diz pesquisa

Pesquisa feita por professores de comunicação e psicologia e publicada pelo jornal “Washington Post” mostra que metade dos eleitores republicanos apoiaria o adiamento da eleição presidencial de 2020 se Donald Trump dissesse que isso garantiria que só cidadãos americanos votassem.

Se o pedido fosse respaldado pela bancada republicana no Congresso, 56% estariam de acordo.

O resultado está ligado à percepção –difundida por Trump, assessores presidenciais e comentaristas conservadores– de que imigrantes ilegais teriam votado nas eleições de 2016.

Embora Trump tenha vencido no Colégio Eleitoral (as eleições nos EUA são indiretas e se amparam em um sistema de vitórias por Estado), foi sua adversária democrata, Hillary Clinton, que conquistou a maior parte dos votos populares.

A impressão de que as eleições americanas são sujeitas a fraudes é compartilhada por muitos simpatizantes do partido. Pesquisa feita na campanha de 2016 mostrou que mais de dois terços dos eleitores de Trump diziam acreditar que as votações nos EUA são constantemente fraudadas.

Após ter sido eleito, o presidente afirmou diversas vezes que teria vencido no voto popular se cerca de 5 milhões de imigrantes ilegais tivessem sido impedidos de votar. Hillary teve quase 3 milhões de votos a mais.

Os pesquisadores entrevistaram 1.325 pessoas nos EIA entre os dias 5 e 20 de junho. Entre os simpatizantes do Partido Republicanos, 68% dizem acreditar que milhões de imigrantes ilegais conseguiram votaram nas últimas eleições, e 47% creem que Trump obteve mais votos.

De cada 4 republicanos, 3 afirmam que fraudes eleitorais ocorrem ocasionalmente no país, embora não haja indícios nem provas de que tenham acontecido.

A pesquisa trata de situação hipotética –nem Trump nem seu gabinete insinuou a ideia, que parece saída da série “House of Cards”.

Segundo o professor associado de psicologia Ariel Malka (Universidade Yeshiva) e o professor-assistente da Escola de Comunicação da Universidade da Pensilvânia Yphtach Lelkes –autores do estudo–, ela “mostra no mínimo que um número substancial de eleitores republicanos são suscetíveis a violações das normas democráticas”.

“Embora o caos atual possa afastar mais republicanos da ideia, é concebível que um debate tão polarizado faça o oposto.”

Sobre O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Aproveite e Veja Também...

Putin e Trump discutem relações bilaterais e situação na península coreana, diz Kremlin

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, discutiram …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *