Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Início / Mundo / WhatsApp testa transferência de dinheiro

WhatsApp testa transferência de dinheiro

O aplicativo de mensagens WhatsApp iniciou testes de pagamentos entre usuários na Índia. De acordo com o site MacRumors, o sistema de pagamentos é operado pela Corporação Nacional de Pagamentos da Índia, que realiza transferências entre diferentes bancos.

Um recurso semelhante já foi testado no aplicativo de mensagens do Facebook, o Messenger, nos Estados Unidos.

Os relatos sobre um serviço de pagamentos entre pessoas no WhatsApp já circulam na imprensa internacional há mais de um ano. Agora, as primeiras imagens do sistema funcionando começaram a aparecer na internet. Veja abaixo como é a interface de configuração do serviço.

Outros aplicativos existem hoje no mercado especificamente para oferecer troca segura de dinheiro entre pessoas. Esse é o caso do PicPay, do Grupo J&F, e do SocialBank, que tem investimento de Carlos Wizard Martins. Recentemente, a Apple anunciou que lançará o sistema de pagamentos com iPhones chamado Apple Pay e a Samsung informou que os cartões da Ticket agora podem ser usado no Samsung Pay, o serviço de pagamentos móveis com smartphones da linha Galaxy.

Ainda não se sabe se o sistema de pagamentos entre usuários do WhatsApp será lançado no Brasil.

Ver imagem no Twitter

Ver imagem no Twitter

No iPad

Outra novidade detectada pelo site WABetaInfo nesta semana é que o WhatsApp ganhará suporte para chamadas em vídeo no iPad.

Ainda não se sabe se o recurso também será disponibilizado para o WhatsApp Web ou para o software para computadores do aplicativo.

Exame

Sobre O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Aproveite e Veja Também...

Corte de Trump deve piorar vida de palestinos em campo no Líbano

Das menores, de seis anos, até as adolescentes, todas as alunas da escola Marj ben …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.