DestaquesEsportes

CR7 3 x 3 Espanha: Cristiano se veste de ‘melhor da história’

esporte-futebol-portugal-20180615-0007 CR7 3 x 3 Espanha: Cristiano se veste de ‘melhor da história’

SOCHI – É apenas o segundo dia, mas já e possível presumir que poucos ou nenhum jogo da Copa do Mundo de 2018 serão tão intensos e empolgantes quanto o empate em 3 a 3 entre Espanha e Portugal (ou seria apenas Cristiano Ronaldo?) em Sochi, nesta sexta-feira. O futebol espanhol parecia ter armado um incrível plano de autossabotagem nos últimos dias e, com uma ajuda brasileira tentou desfazê-lo, mas Cristiano estava imparável. Com três gols e uma personalidade genial, ofuscou até mesmo a estreia do árbitro assistente de vídeo (VAR) e uma grande atuação de Diego Costa, o atacante nascido em Lagarto, Sergipe, que optou por defender o país que o revelou para o mundo. Em um gesto que ganhará as manchetes, Cristiano deixou claro: não quer ser apenas o craque da Copa, mas o melhor da história do futebol.

A crise no selecionado espanhol apimentou ainda mais a partida e foi causada única e exclusivamente por orgulho – no sentido negativo da palavra. Teve início na tarde de quarta-feira, quando o Real Madrid, clube-símbolo do país e casa de Cristiano, anunciou, de forma estranha e surpreendente, que Julen Lopetegui seria seu treinador depois do Mundial. Uma atitude absolutamente desnecessária, que poderia ser revelada em julho, com o único intuito de demonstrar seu poderio – como se o tricampeonato consecutivo da Champions não fosse suficiente. Furioso por não ter tomado conhecimento da negociação, o presidente da federação espanhola, Luis Rubiales, não perdoou a conduta de Lopetegui (que certamente também poderia ter agido de forma mais ética). Uma bronca e panos quentes bastaria, mas Rubiales preferiu mandar Lopetegui para Madri e promover o ex-zagueiro e atual dirigente Fernando Hierro a treinador. “Una locura”, repetiam os jornalistas espanhóis ao tomar conhecimento da bombástica demissão na manhã de quinta-feira. Não teria tido grandes consequências, devido à qualidade de seus atletas, não fosse uma noite mágica de um craque que conhecem tão bem.

Joao Moutinho de Portugal durante jogada contra Andres Iniesta – 15/06/2018 (Carlos Barria/Reuters)

VEJA

Etiquetas

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar