Esportes

Wendel celebra título russo com Zenit, mira Olimpíadas e fala sobre racismo na Europa: “Luta diária”

whatsapp-image-2021-05-05-at-15.36.20-1--617x400 Wendel celebra título russo com Zenit, mira Olimpíadas e fala sobre racismo na Europa: "Luta diária"

Contratado pelo Zenit no ano passado, o volante Wendel mostrou ser pé quente e conquistou o título russo em sua primeira temporada. Em entrevista ao ge, o ex-jogador do Fluminense e Sporting celebrou a conquista, que veio na semana passada de forma antecipada. A única lamentação foi uma lesão muscular que o tirou do jogo do título e do restante da temporada, impedindo ele de alcançar a marca de 100 partidas em solo europeu.

– Eu nem estava sabendo disso dos 100 jogos, sinceramente. Me avisaram e fiquei até surpreso. Mostra que as coisas estão acontecendo com muita naturalidade para mim. Sou muito grato ao Sporting pelas temporadas que estive lá e estou muito feliz no Zenit. É uma pena que essa partida 100 vai acabar ficando pra próxima temporada, sofri uma lesão nesse último jogo e a previsão do clube é que eu fique cerca de um mês tratando – contou Wendel.

 

Título Russo

 

 

“Muito bom ser campeão, esse era o nosso principal objetivo para a temporada e cumprimos jogando bem. O time foi se ajustando e, principalmente depois da pausa de inverno, apresentamos um nível bem alto de atuação. Tive que trabalhar mais algumas características do meu jogo e foi bom para todo mundo, pude ajudar a equipe e sigo evoluindo como jogador. Me sinto totalmente adaptado a forma do time jogar.”

Olimpíadas

 

 

“Minha expectativa é grande de poder fazer parte do grupo que vai disputar as Olimpíadas. A pandemia mexeu com muita coisa, tem muito tempo que a seleção não se reúne, mas meu desejo segue o mesmo. Já disse algumas vezes que vestir a camisa da Seleção é um sonho. Temos uma geração muito forte, com todas as condições de buscar a medalha de ouro.”

gettyimages-1172631887 Wendel celebra título russo com Zenit, mira Olimpíadas e fala sobre racismo na Europa: "Luta diária"

 

Racismo

 

“Eu nunca sofri nada no dia a dia do clube, sempre recebi muito carinho de torcedores e funcionários. A questão do racismo precisa ser combatida no mundo todo, é uma luta diária.”

Fluminense

 

“O elenco mudou bastante desde que eu saí (em janeiro de 2018, para o Sporting), mas fico feliz por esse bom momento do clube, os funcionários e a torcida merecem essas alegrias que o time está dando. Sempre que posso acompanho o futebol brasileiro, especialmente os times do Rio de janeiro, porque é onde moram meus amigos de infância e juventude.”

36256390511_106fb58da3_o Wendel celebra título russo com Zenit, mira Olimpíadas e fala sobre racismo na Europa: "Luta diária"

 

Dzyuba x Deadpool

 

 

“O Dzyuba é um cara divertido além de um grande jogador, que ajudou muito nossa equipe. Ele preparou essa brincadeira para a comemoração do título (o atacante russo vestiu uma fantasia, bem real por sinal, do personagem Deadpool, da Marvel), foi engraçado porque tinha um pessoal na hora que não sabia e ficou perguntando quem era, mas era só olhar a altura que dava pra ver que só podia ser ele.”

9485820 Wendel celebra título russo com Zenit, mira Olimpíadas e fala sobre racismo na Europa: "Luta diária"

BMFC #137: Deadpool ergue troféu na Rússia, David Neres ensandecido e golaços no Japão

whatsapp-image-2021-05-05-at-15.36.20 Wendel celebra título russo com Zenit, mira Olimpíadas e fala sobre racismo na Europa: "Luta diária"

 

 

Globo Esporte

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar