Paraíba

Setor de serviços volta a crescer na Paraíba, revela IBGE

imagem_call_center_ok-599x400 Setor de serviços volta a crescer na Paraíba, revela IBGE

As empresas do setor de serviços voltaram a crescer na Paraíba. O volume de serviços prestados na Paraíba cresceu 0,5% em novembro, na comparação com outubro, mostram os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na Pesquisa Mensal de Serviço (PMS).

Na comparação de novembro sobre o mesmo mês do ano passado, o setor de serviços cresceu 9%, enquanto no acumulado de janeiro a novembro do ano passado, o índice chegou a 7,2% sobre o mesmo período de 2020. No Brasil, as taxas de crescimento foram de 10,9% e 10%, respectivamente.

Regionalmente, 18 das 27 unidades da federação registraram expansão no volume de serviços em novembro. O impacto mais importante veio de São Paulo (4%), seguido por Rio de Janeiro (1,6%), Santa Catarina (3,7%) e Paraná (2,1%).

“Esta recuperação do mês de novembro coloca o setor no maior patamar dos últimos seis anos, igualando-se ao nível de dezembro de 2015″, afirmou o gerente da pesquisa, Rodrigo Lobo.

Segundo o IBGE, quatro das cinco atividades pesquisadas pelo IBGE, com destaque para serviços de informação e de comunicação, segmento de tecnologia da informação. Nessa atividade, sobressaem principalmente os segmentos de portais, provedores de conteúdo e ferramentas de busca da internet; desenvolvimento e licenciamento de softwares e consultoria em tecnologia da informação. Já a única taxa negativa do mês ficou com o setor de serviços profissionais, administrativos e complementares.

Dos 17 grupos e subgrupos monitorados pelo IBGE, nove ainda se encontram abaixo do patamar pré-pandemia. E das 5 grandes atividades, três ainda não se recuperaram das perdas.

Os setores de serviços e de comércio são os maiores pesos na economia e tem sido o mais atingido pela pandemia. Mesmo assim, foi o principal destaque de recuperação em 2021, impulsionado pelo avanço da vacinação e fim de boa parte das medidas de restrição para conter a disseminação da Covid-19.

ClickPB

Etiquetas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar