Destaques

Absurdo: Tratamento com querose contra zika e chikungunya, se espalha em Monteiro

querosene-213x300 Absurdo: Tratamento com querose contra zika e chikungunya, se espalha em Monteiro

O Mosquito Aedes aegypti vem dando trabalho a muita gente no combate a sua erradicação, devido ao grande número de pessoas que foram infectadas nos últimos meses em todo o Brasil.  Algumas cidades tiveram um número maior de casos, se tornando epidemia generalizada deixando centenas de pessoas doentes.

É o caso de Monteiro no estado da Paraíba onde mais de duas mil pessoas foram internadas com suspeita do vírus, que quando não leva a morte  deixa  grandes sequelas nas articulações, com dores insuportáveis.

Para tentar amenizar tanto sofrimento causado pelas dores, as pessoas contaminadas pelo vírus começaram a auto se medicarem, tomando todo tipo de anti-inflamatórios, corticoides entre outros medicamentos que não são recomendados por nenhum medico, além de indicarem medicamentos a outras pessoas com o mesmo problema através do boca a boca.  Já que não se sabe muita coisa sobre esta doença, que tipo de reação esses medicamentos podem causar.

Nesse universo de prescrição de medicamentos sem formação medica, um fato novo vem chamando a atenção de muitos monteirenses , não se sabe quem, ou onde começou um boato de que três gotas de querosene diluída em copo de água resolveria o problema das dores nas articulações, muitas pessoas  passaram a tomar essas três gotinhas .

É bom que se saiba que a auto medicação é prejudicial a saúde e  se tratando de derivados de combustível dispensa comentários, fica o alerta para quem pensar em  fazer  tratamento em busca de melhoras que não existe comprovação alguma a respeito do mesmo.

auto-medicao-7-638 Absurdo: Tratamento com querose contra zika e chikungunya, se espalha em Monteiro

Confira abaixo o que o MINISTÉRIO DA SAÚDE FALA SOBRE O TRATAMENTO DAS DOENÇAS.

CHIKUNGUNYA

Não existe vacina ou tratamento específico para Chikungunya. Os sintomas são tratados com medicação para a febre (paracetamol) e as dores articulares (antiinflamatórios). Não é recomendado usar o ácido acetil salicílico (AAS) devido ao risco de hemorragia. Recomenda‐se repouso absoluto ao paciente, que deve beber líquidos em abundância.

Dengue

Não existe tratamento específico para dengue. O tratamento é feito para aliviar os sintomas Quando aparecer os sintomas, é importante procurar um serviço de saúde mais próximo, fazer repouso e ingerir bastante líquido. Importante não tomar medicamentos por conta própria.

ZIKA

Não existe tratamento específico para a infecção pelo vírus Zika. Também não há vacina contra o vírus. O tratamento recomendado para os casos sintomáticos é baseado no uso de acetaminofeno (paracetamol) ou dipirona para o controle da febre e manejo da dor. No caso de erupções pruriginosas, os anti-histamínicos podem ser considerados.

Não se recomenda o uso de ácido acetilsalicílico (AAS) e outros anti-inflamatórios, em função do risco aumentado de complicações hemorrágicas descritas nas infecções por outros flavivírus. Os casos suspeitos devem ser tratados como dengue, devido à sua maior frequência e gravidade conhecida.

O PIPOCO

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar