Paraíba

Água do São Francisco pode demorar mais a chegar e doutor cita risco de colapso

16381636280003622710000-300x225 Água do São Francisco pode demorar mais a chegar e doutor cita risco de colapso

A água do São Francisco poderá demorar cerca de seis meses para chegar às torneiras dos paraibanos depois que as obras físicas da transposição estiverem concluídas. Com a construção prevista pelo governo federal para terminar em dezembro deste ano, a água poderá estar disponível para consumo apenas por volta de junho de 2017. O interior da Paraíba enfrenta a maior crise hídrica de toda a história. Veja vídeo abaixo.

A análise é do doutor em Recursos Hídricos da Universidade Federal da Paraíba Francisco Sarmento, em entrevista ao Correio Debate da Rede Correio Sat dessa quarta-feira (13). Ele disse que são necessárias outras obras e implementações tecnológicas para que a água do rio alcance as barragens e só então chegue aos sistemas de abastecimento de várias cidades, como Campina Grande, Sousa e Cajazeiras.

Sarmento pontuou ainda que, por conta da forte baixa nos açudes da Paraíba, a água em má qualidade poderá provocar problemas de saúde que só serão percebidos no futuro. Ele acrescentou que se não houver chuva até que a água do São Francisco chegue, há o risco de cidades como Campina Grande, por exemplo, entrarem em colapso.

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
error: Não Permitido!
Fechar