DestaquesParaíba

Após uma semana internado no Hospital Metropolitano, diretor da Cadeia Pública de Mamanguape morre vítima de covid-19

MORTE-CV-19 Após uma semana internado no Hospital Metropolitano, diretor da Cadeia Pública de Mamanguape morre vítima de covid-19

O diretor da Cadeia Pública de Mamanguape, Denifrank Abrantes, faleceu na tarde dessa segunda-feira (4), vítima de covid-19. Ele estava internado no Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, em Santa Rita, na Grande João Pessoa, há uma semana.

A Secretaria de Administração Penitenciária da Paraíba divulgou nota de pesar pela morte do servidor. Leia abaixo:

NOTA DE PESAR

A Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap), comunica o falecimento do policial penal DENIFRANK SOARES ABRANTES no início da noite desta segunda-feira (4). Denifrank, 45 anos, era natural de Sousa, sertão paraibano e atualmente estava lotado na Cadeia Pública de Mamanguape, unidade onde era Diretor. O policial penal faleceu vítima da Covid-19 e insuficiência respiratória. Estava internado no Hospital Metropolitano “Dom José Maria Pires”, em Santa Rita. O secretário Sérgio Fonseca, em nome de todos que constituem a Seap, externa sentimentos de profundo pesar pela morte de Denifrank, policial penal que deixa como legado o perfil de um profissional exemplar e uma legião de amigos no Sistema Penitenciário da Paraíba. Denifrank Abrantes morava em João Pessoa e deixa esposa e um casal de filhos.

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar