Cidades

Bancada da PB cobra ao ministro da Integração celeridade na Transposição

download-1-2 Bancada da PB cobra ao ministro da Integração celeridade na Transposição

Na manhã desta quinta-feira (19), os três senadores da Paraíba, Cássio Cunha Lima (PSDB), José Maranhão (PMDB) e Raimundo Lira (PMDB), e mais os deputados federais Pedro Cunha Lima (PSDB) e Hugo Motta (PMDB) foram recebidos em audiência pelo ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho. Na pauta, todos levaram o discurso afiado: é preciso concluir a transposição do São Francisco. O ministro garantiu que as obras serão concluídas ainda neste ano de 2016

Ao ministro, os parlamentares paraibanos relataram o colapso no abastecimento d’água no estado e afirmaram que a situação é calamitosa. Eles pediram pela antecipação do cronograma da transposição no Eixo Leste, além da adutora do Pajeú para a região de Princesa Isabel, a adutora de Jaçanã para Cuité, e região, e a inclusão do ramal de Piancó.

A ideia, encampada pelo ministro Hélder Barbalho, é de que as obras sejam priorizadas e concluídas ainda neste ano de 2016. Segundo o ministro, 82% das obras estão finalizadas. Ele garantiu que até dezembro a obra completa estará pronta.

O ministro sugeriu que, dada a urgência, a Transposição do São Francisco não tenha as obras subordinadas apenas ao Ministério da Integração: “Precisamos trabalhar em conjunto com [os ministérios] a Fazenda e o Planejamento” – afirmou Hélder Barbalho.

A bancada também solicitou que as obras de saneamento das cidades, por onde o canal passará, não sejam descuidadas e andem na mesma velocidade da transposição. De imediato, Hélder pediu aos técnicos do ministério, presentes à audiência, que tomassem nota da solicitação e a executassem com determinação.

OBRAS
As obras do eixo Leste vão de Floresta (PE) até Monteiro (PB) e foram iniciadas  em 2007. O ex-presidente Lula Inácio Lula da Silva chegou a anunciar no seu governo a inauguração da obra para 2010. Depois, foi adiada para 2011, 2012, 2013, 2014, 2015…

Pelo projeto, as águas do São Francisco seguem do reservatório Barro Branco, na altura de Sertânia, em Pernambuco, por galerias subterrâneas, ladeando a cidade de Monteiro (PB), até a calha do rio Paraíba. Dali, as águas se encontram com a BR 110, na entrada do município de Monteiro, de onde continuarão até o reservatório Poções, que fica a uma distância aproximada de 15 quilômetros.

As obras do Eixo Leste se encerram com a chegada das águas no açude Poções, já no estado da Paraíba. A partir de Poções, as águas deverão seguir o leito do rio Paraíba, chegando até ao açude Epitácio Pessoa, em Boqueirão. Aí será a redenção para um povo que sente na pele o desespero de não ter água para beber.

Al

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar