Paraíba

Cofre seria usado como cela na PB, mas delegado desmente

943c83e0-e0d3-4f86-b9e0-12b48e88aa4f-696x1237-169x300 Cofre seria usado como cela na PB, mas delegado desmente

Uma denúncia feita pelo advogado criminalista Ronaldo Jordão, na tarde desta segunda-feira (14), afirma que os detentos da cidade de Barra de Santa Rosa, a 139 km de João Pessoa, no Agreste paraibano, estariam sendo presos no cofre da delegacia. No entanto, o delegado da região que abrange o município, Pedro Ivo Soares, disse haver um mal-entendido.

Ao Portal, o delegado confirmou a autoria da denúncia, mas disse que ela seria “sem fundamento”. De acordo com ele, a delegacia é uma adaptação de uma coletoria do Fisco estadual, que funcionou por muito tempo no local, e o cofre, que era utilizado no Fisco, foi transformado em uma carceragem.

“A porta do cofre ainda existe, falta ser arrancada, mas não é utilizada. Ela fica aberta, pois o cofre foi transformado em uma carceragem; há uma grade separando o xadrez das outras partes da delegacia”, explicou. O advogado citado pelo delegado como autor da denúncia não foi encontrado pelo Portal para comentar o caso.

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar