DestaquesPolítica

Em ato pela Transposição, Ricardo pede representação contra Bolsonaro no MPF

ricardo2-700x390 Em ato pela Transposição, Ricardo pede representação contra Bolsonaro no MPF

O ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB) convocou, neste domingo (1º), deputados federais e senadores para mover uma representação no Ministério Público Federal (MPF) contra o presidente Jair Bolsonaro (PSL) por conta da paralisação no bombeamento das águas da Transposição do Rio São Francisco. O socialista liderou um ato público na cidade de Monteiro, no Cariri da Paraíba, que cobrou providências do governo federal sobre a obra.

“Quero convocar e pedir aos deputados federais, aqueles senadores que tenham vergonha na cara, para todos juntos irmos dá entrada em uma representação no MPF, para que eles acionem Bolsonaro por crime contra a humanidade”, afirmou Ricardo em discurso. “Nós precisamos das águas. Quem responde pelas sementes que foram plantadas quando a água corria no Rio Paraíba? Nossa luta [pela transposição] é histórica, de séculos”, pontuou.

Em outro momento, o ex-governador também se dirigiu aos parlamentares presentes no ato político, pedindo que procurassem o Ministério do Desenvolvimento Regional  para cobrar a ligação das bombas. “A Transposição para nós é inegociável, quem já sentiu o sabor, a frescura da água do São Francisco não vai aceitar carregar galão de água na cabeça”, afirmou Ricardo.

Logo na abertura da fala, o ex-governador leu uma carta do ex-presidente Lula. No texto, o petista lembra a inauguração popular da Transposição, da qual participou, em 2017. E rememora o início da obra. “Poucas coisas na vida me fizeram tão feliz quanto tirar do papel o sonho de muitas gerações e tornar realidade a transposição do São Francisco”, disse o petista nas linhas lidas por Ricardo.

As águas da Transposição deixaram de ser bombeadas em fevereiro por conta de uma obra na barragem de Cacimba Nova, no município de Custódia, Pernambuco. Na segunda quinzena de agosto, o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) informou que retomaria o bombeamento, mas sem prazo de chegada na Paraíba.

Bolsonaro também é alvo de Haddad

O ato em Monteiro contou com a presença de vários políticos de partidos alinhados à oposição ao governo federal, na maioria nomes do PSB e do PT. Entre eles estiveram o governador do Piauí, Wellington Dias (PT); a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffman; os senadores Humberto Costa (PT-PE) e Veneziano Vital (PSB); e os deputados federais Gervásio Maia (PSB), Frei Anastácio e João Campos (PSB-PE), filho do falecido ex-governador Eduardo Campos.

A presença mais ‘ilustre’ foi o candidato do PT à presidência em 2018, Fernando Haddad. O rival do presidente nas urnas no ano passado não economizou e atacou Bolsonaro saindo da questão da Transposição. “Bolsonaro é ruim. É sangue ruim. É um cara que não gosta de gente, não gosta do povo”, afirmou o ex-prefeito de São Paulo.

O petista  também criticou Bolsonaro ressaltando outros problemas e polêmicas do governo, como a crise na Amazônia e a ideia do presidente de indicar o filho para embaixada nos EUA.

Sobre a Transposição, Haddad disse que o presidente não se conforma com o fato de ser uma obra do governo de Lula . “Isso aqui não é uma torneira que você abre e você fecha. Se a água deixar de passar pelo canal, o canal vai deteriorar, vai ficar mais caro refazer a obra. É a obra mais importante da região”.

Ausência de João Azevêdo

Como tinha informado por antecipação, o governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB), não compareceu ao evento. Ele vive um momento de crise com o antecessor, e mentor político, Ricardo Coutinho. O ex-goverrnador não deixou a ausência passar em branco e alfinetou, de forma indireta, Azevêdo durante o discurso.

“Estamos na luta. Se alguém não vem, problema de alguém, porque o povo caminha sozinho.O povo sabe para onde quer ir”, disse

jp

Etiquetas

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar