DestaquesPolítica

FAKE NEWS: Vereadores da oposição da Prata, rebatem matéria divulgada por portal de notícias da cidade

download-3 FAKE NEWS: Vereadores da oposição da Prata, rebatem matéria divulgada por portal de notícias da cidadeO Portal Cariri Paraibano, um site de notícias da cidade da Prata, divulgou há dois dias atrás uma matéria que consta o seguinte título, “Vereadores da oposição, votaram contra o projeto para regularizar doação de terreno”, mas na verdade trata-se de uma matéria mentirosa conhecida popularmente por (Fake News). Segundo os vereadores da oposição o projeto em questão trata-se da adoção de terrenos e não de regularização.

Segundo o vereador Bobô, a intenção do blog é ludibriar a população, levando-a crer na mentira, pois o projeto em questão não trata de forma alguma de regularização de doação dos terrenos, pois eles já foram doados.

“Iremos entrar na justiça contra o Portal Cariri PB pois o projeto não trata de regularização para doação de terrenos já que eles já foram doados. A intenção deste portal é colocar a população contra a oposição do município.” Disse Bobô.

A vereadora Adeilza, disse que não era para nem se discutir este projeto neste ano, pois a Lei 9.504/1997 proíbe a doação de terrenos em anos eleitorais, já que em 2020 haverá eleições municipais.

“Está claro que a doação destes terrenos tem um viés eleitoral, pois desde 2016 que houve a reeleição do prefeito Júnior de Nôta em nenhum momento se discutiu que estes terrenos seriam doados novamente ou a regularização como diz a matéria do portal”. Finalizou a vereadora.

O disposto no § 10 do artigo 73 da Lei nº 9.504/1997 é categórico:

Art. 73. São proibidas aos agentes públicos, servidores ou não, as seguintes condutas tendentes a afetar a igualdade de oportunidades entre candidatos nos pleitos eleitorais:

(…)

§ 10. No ano em que se realizar eleição, fica proibida a distribuição gratuita de bens, valores ou benefícios por parte da Administração Pública, exceto nos casos de calamidade pública, de estado de emergência ou de programas sociais autorizados em lei e já em execução orçamentária no exercício anterior, casos em que o Ministério Público poderá promover o acompanhamento de sua execução financeira e administrativa.

O vereador Ermírio Freitas, relatou que a matéria do Portal Cariri PB, é tendenciosa e mentirosa. Em nenhum momento nós convocamos pessoas para tumultuar a sessão da Câmara, os presentes foram para cobrar de nós vereadores a reprovação deste projeto pois é inconstitucional a doação destes terrenos em ano eleitoral.

Sheilla de Café, mais uma vereadora da base oposicionista, falou que o portal está a serviço da Secom (Secretaria de Comunicação) justamente para denegrir a imagem da oposição da Prata.

“Se formos consultar o SAGRES da Prefeitura da Prata, o portal Cariri PB, está na folha de pagamento da Secretaria de Comunicação, justamente pago com um único objetivo, divulgar fakes a nosso respeito e denegrir a imagem dos nossos pré-candidatos”. Revelou.

Clique aqui para conferir a matéria fake.

O documento inconstitucional aprovado pela a Câmara Municipal e sancionada pelo o prefeito Júnior de Nôta, não trata da legalização de terrenos para doação.

01-3 FAKE NEWS: Vereadores da oposição da Prata, rebatem matéria divulgada por portal de notícias da cidade 02 FAKE NEWS: Vereadores da oposição da Prata, rebatem matéria divulgada por portal de notícias da cidade

Em tempos de crise a imprensa tem um papel fundamental na divulgação de notícias, desde que seja verdadeiras.

Não custa lembrar que Fake News é Crime!

Redação do Portal Política Parahyba

Etiquetas

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar