Esportes

Grêmio perde, mas avança à final e tenta espantar fantasma argentino

Grêmio-perde-mas-avança-à-final-e-tenta-espantar-fantasma-argentino-300x200 Grêmio perde, mas avança à final e tenta espantar fantasma argentinoApós dez anos, o Grêmio está novamente na final da Copa Libertadores. Nesta quarta-feira (1º), a equipe gaúcha tomou um susto, mas ratificou sua classificação para a decisão apesar da derrota para o Barcelona (EQU) por 1 a 0, em Porto Alegre, na segunda partida da semifinal do torneio.

O time tinha a vantagem de perder por até dois gols de diferença após vencer o jogo de ida por 3 a 0, realizado há uma semana, em Guayaquil.

Com a classificação, o clube tricolor buscará igualar o feito de Santos e São Paulo, os únicos times do país tricampeões da competição.

O Grêmio já venceu o torneio em 1983 e 1995. A primeira conquista foi diante do Peñarol, do Uruguai, enquanto a segunda foi sobre do Atlético Nacional, da Colômbia.

A equipe também tem dois vice-campeonatos. Em 1984, perdeu para o Independiente. Treze anos depois, caiu na decisão para o Boca Juniors.

Agora, para ficar com o título, terá a de superar a sina de perder finais para argentinos. O outro finalista é o Lanús, que eliminou o River Plate após vencer a partida de volta por 4 a 2, na terça (31).

Os jogos estão marcados para os dias 22 e 29 de novembro, respectivamente, em Porto Alegre e Buenos Aires.

Para chegar à final, porém, o Grêmio tomou um susto. Sem Barrios, vetado pelo departamento médico, a equipe não conseguiu encontrar espaços para atacar e criou pouco no primeiro tempo.

Já o Barcelona, que tem um bom retrospecto fora de casa -60% de aproveitamento contra 44,4% como mandante- apostou nas jogadas pelo lado do campo com Marcos Caicedo. Em uma delas, passou por três defensores e bateu, a bola sobrou para Jonathan Álvez que, livre, finalizou para abrir o placar.

Na etapa final, os equatorianos ainda acertaram a trave em um chute de Esterilla.

O Grêmio mostrava afobação. Após a metade do segundo tempo, valorizou a posse de bola e chegou com perigo, mas errava na hora de concluir. Na melhor chance, Jael cabeceou na trave.

Na reta final, o time só segurou o resultado para ficar com a vaga na final.

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo