Mundo

Homem que mantinha mulher acorrentada em contêiner admite 7 mortes

todd-kohlhepp-310x245-300x237 Homem que mantinha mulher acorrentada em contêiner admite 7 mortes

Um agente imobiliário detido na Carolina do Sul por ter sequestrado uma mulher a quem mantinha acorrentada “como um cachorro” reconheceu ter realizado sete assassinatos, entre eles um quádruplo homicídio sem resolução há 13 anos.

Christopher Todd Kohlhepp, fichado como um criminoso sexual há quase 30 anos, foi acusado de quatro assassinatos que ocorreram em novembro de 2003 em uma loja de motos em Chesnee, Carolina do Sul, anunciou o xerife Chuck Wright, durante uma coletiva de imprensa na noite de sábado.

“Não há mais mistério” sobre o quádruplo homicídio, declarou. “Nos deu detalhes que ninguém mais poderia saber”.
O homem mostrou no sábado à polícia duas covas escavadas no jardim de sua propriedade, e na sexta-feira um corpo foi desenterrado”, acrescentou o xerife.

O agente imobiliário de 45 anos havia sido detido na quinta-feira após a descoberta em um terreno rural de uma mulher em um contêiner metálico com correntes ao redor do pescoço e nos tornozelos.

G1

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar