Mundo

Imigrantes atacam caminhões e enfrentam a polícia na França

acampamentorefugiadoscalaisfrancaimigrantesefe-300x200 Imigrantes atacam caminhões e enfrentam a polícia na França

Quatro pessoas, três delas “ativistas extremistas” e um imigrante, foram detidas durante o confronto, disse um porta-voz da subprefeitura, que afirmou que houve vários agentes “contundidos”.

Os incidentes começaram ao cair da noite na estrada de acesso ao porto de Calais, que passa pelas proximidades da “Selva”.

“Várias dezenas de imigrantes” ocuparam nas vias e lançaram diversos tipos de projéteis contra os caminhões com o objetivo de fazê-los parar para que pudessem subir-se, explicou à Agência Efe o porta-voz da subprefeitura.

Nas imagens exibidas hoje pela televisão “France 2” era possível ver vários homens lançarem pedras e outros objetos contra os caminhões.

Os agentes antidistúrbios intervieram para liberar a calçada e também foram agredidos.
A origem dos distúrbios está no desmantelamento da parte sul da “Selva” que foi decidida pelo governo francês e começou em grande escala ontem de manhã, com a chegada de escavadeiras e de dezenas de agentes antidistúrbios para garantir o trabalho de remoção dos barracos.

O Executivo francês pretende reduzir a pressão dos milhares de imigrantes que estão em Calais e querem entrar de forma clandestina no Reino Unido.

Para isso propuseram aos desalojados da “Selva” uma residência alternativa em outras regiões da França.

Ativistas – a maioria britânicos – da organização No Border (Sem Fronteiras), que luta pelo fim das fronteiras, participaram ontem na primeira linha dos protestos contra a operação, lançada na semana passada pelas autoridades francesas, e que deve se prolongar durante semanas.

terra

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar