DestaquesParaíba

Integrantes da CAPRIBOM denunciam série de atos de perseguição da gestão da ex prefeita Edna Henrique com o intuito de lhes prejudicar

capribom Integrantes da CAPRIBOM denunciam série de atos de perseguição da gestão da ex prefeita Edna Henrique com o intuito de lhes prejudicarIntegrantes da Cooperativa CAPRIBOM que funciona em Monteiro, emitiram uma nota nas redes sociais esta semana, onde elencam uma série de atitudes de perseguição que teriam sido praticadas na gestão da então prefeita Edna Henrique, com o intuito de prejudicar os beneficiários da cooperativa e por consequência todos que de alguma forma dependiam do bom funcionamento da mesma.

De acordo com a nota, a então prefeita e hoje candidata à vice prefeita na chapa da própria filha Micheila Henrique teria, após à vitória e posse em Janeiro do seu primeiro mandato autorizado que invadissem o escritório da Capribom para pedir ata , balanço, saber de quem era o terreno, e aquelas instalações, achando que pertencia à prefeitura

A nota também afirma que na gestão de Edna levaram toda documentação do Ciagro (consórcio de municípios), documentação esta que era necessária para ajudar na operacionalização do abatedouro frigorifico de caprinos e ovinos do Cariri

Os integrantes da CAPRIBOM afirmam também que naquela gestão, o poder público destruiu a documentação e abandonou o abatedouro que ficou exposto ao tempo e aos vândalos.

A nota afirma ainda que na gestão de Edna, cortaram a energia elétrica,  obrigando os cooperados a transferir a conta para um novo medidor deixando um débito de 50 mil reais aproximadamente que a ENERGISA só ligaria para o novo medidor se fosse feito o pagamento do débito anterior que foi rateado com todos os sócios.

Outra denúncia grave dos cooperados, é de que estranhamente alguém retirou todas as lâmpadas publicas aos arredores da Usina de Beneficiamento de Leite e os braços que ficaram foram invertidos pra outro lado pra dificultar à iluminação

A CAPRIBOM afirma ainda que para o programa PNAE na gestão de Edna Henrique, as escolas nunca compraram nada à cooperativa e sim à empresa São Pedro que está sendo investigada na operação Famintos da Polícia Federal.

O texto está circulando nas redes sociais, esta semana com esta série de denúncias e reclamações, e até o presente momento, nem a ex prefeita e nem sua assessoria se manifestaram sobre o assunto.

FABIO BRITO

Etiquetas

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar