Esportes

Jon Jones brilha, nocauteia Daniel Cormier e recupera cinturão do UFC

597d71d6d76d7-300x202 Jon Jones brilha, nocauteia Daniel Cormier e recupera cinturão do UFC

A revanche mais esperada da história do Ultimate demorou muito a acontecer, mas valeu a espera. Em um combate emocionante, Jon Jones nocauteou Daniel Cormier de forma espetacular aos 3m01seg do terceiro round da luta principal do UFC 214, neste sábado, em Anaheim (EUA), e colocou um ponto final na histórica de rivalidade entre os dois. O americano recupera o título absoluto dos meio-pesados após mais de dois anos.

O duelo foi muito movimentado. Cormier buscou cercar o rival durante todo o tempo, enquanto Jones se movimentou melhor e tentou atingir o rival de forma contundente. Daniel começou o confronto melhor, acertando golpes duros, enquanto Jon mostrou muita paciência até encontrar uma brecha onde encaixou uma canelada na cabeça do oponente e assim abriu caminho para a vitória, precisando apenas conferir mais alguns socos em Cormier já caído no solo até a interrupção do árbitro.

– É um momento surreal. Sei que tem sido difícil torcer por mim. Se você em casa algum dia já decepcionou sua família, não desista, a luta só acaba no fim. Queria agradecer a Daniel Cormier por ser meu maior rival e meu maior motivador. Não há motivo para abaixar a cabeça, você é um exemplo de homem, de pai, líder e lutador. Infelizmente somos adversários, mas o respeito muito. Você sempre será reconhecido como um campeão – declarou Jones, logo após receber de volta o cinturão dos meio-pesados do UFC, mostrando respeito a seu maior rival.

A LUTA
O combate começou em ritmo acelerado. Ambos trocaram golpes no alto e o protetor bucal de Jones chegou a voar. Jon atacou com versatilidade nos chutes, usando suas pernas de forma alternada, enquanto Cormier cercou e buscou encurralar o rival, vencendo a diferença de envergadura em alguns momentos e acertando bons socos no fim do assalto.

Na segunda etapa, Cormier seguiu perseguindo. Jones começou com o boxe melhor, mas Daniel logo se recuperou e equilibrou a disputa com golpes mais fortes conectados. O round se encerrou com um poderoso direto de direita de Cormier.

No terceiro assalto, Daniel seguiu melhor, cercando e com um volume maior de golpes. Depois de acertar alguns socos, Cormier recebeu uma joelhada no corpo. Com paciência, Jones conseguia conter o ímpeto do rival e num descuido de Daniel acertou uma canelada na cabeça de Cormier que logo abalou o adversário. Abalado com o golpe, Daniel cambaleou para trás, caiu, e foi atingido por algumas cotoveladas e socos de Jones no solo até a interrupção do árbitro.

Com o resultado, Jones recupera o cinturão dos meio-pesados após mais de dois anos. O americano perdeu o título depois de ser flagrado em caso de doping em 2015. Jones se envolveu em diversas polêmicas com a polícia , chegou a admitir dependência alcoólica, entre outras polêmicas até retornar ao octógono neste sábado. Jon agora soma um cartel de 23 vitórias e apenas uma derrota na carreira. Já Cormier, sofreu a segunda derrota de sua trajetória no esporte – ambas foram contra Jones. Ele tem 19 vitórias ao todo.

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo