Esportes

Laudo aponta “falha humana” em acidente que matou Fernandão

fernadao-230x300 Laudo aponta "falha humana" em acidente que matou FernandãoA queda do helicóptero que matou o ex-jogador Fernandão e mais quatro pessoas aponta para uma “falha humana”. O relatório do acidente foi divulgado pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) e demonstra que o piloto, Milton Ananias, de 50 anos, não tinha habilitação para fazer voo noturno e que a jornada de trabalho foi prorrogada além do que determinam as regras da aviação.

Segundo o relatório, as condições meteorológicas não foram determinantes para a queda do helicóptero, já que o vento estava calmo no momento da viagem. Além disso, os exames que foram realizados no sistema de controle de voo não indicaram falhas no helicóptero.

Por fim, o documento ressalta ainda, entre os fatores que podem ter contribuído para o acidente, o fato do piloto ter deixado de avaliar as características físicas e operacionais do local de decolagem, o que poderia afetar a segurança do voo. Segundo o texto, “decidindo pela operação em período noturno, em local sem referências visuais externas”.

Ídolo do Goiás e do Internacional , Fernandão morreu na queda de um helicóptero no dia 7 de junho de 2014, em Aruanã, a 315 km de Goiânia. A tragédia ocorreu pouco tempo depois de o grupo deixar um acampamento às margens do Rio Araguaia.

Terra

Etiquetas

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar