Esportes

Martine Grael e Kahena Kunze vencem última regata e levam o ouro na vela

20815026 Martine Grael e Kahena Kunze vencem última regata e levam o ouro na vela

Martine Grael mora em Niterói, em uma casa à beira mar. O principal meio de locomoção é um bote que fica atracado no píer da residência. É com ele que a garota de 25 anos vem ao Rio de Janeiro quando precisa. Kahena mora do outro lado da água, no Rio de Janeiro. Ela também, todos os dias, pega um bote e cruza a baía, para se encontrar com a parceira e treinar.

Foi justamente nesse meio do caminho, no quintal da casa de ambas, que a dupla chegou ao topo de suas carreiras como velejadores com o ouro da Rio-2016. Martine e Kahena são as primeiras medalhistas olímpicas do Brasil da nova classe 49erFX, que fez sua estreia olímpica na Baía de Guanabara.

A disputa desta quinta (18) foi fundamental para a conquista. Com pontuação valendo em dobro, só dez barcos na água e quatro concorrentes para três lugares no pódio, Martine e Kahena só conseguiram a ultrapassagem que garantiu o título na última perna da regata, batendo as neozelandesas ao contornar a quinta marca e garantir o ouro.

As duas chegaram como favoritas e souberam lidar com a pressão em uma classe muito disputada até o fim. Nas 12 primeiras rodadas, as brasileiras tiveram como pior desempenho um 11º lugar. Foram premiadas pela regularidade e chegaram à regata da medalha empatadas na primeira colocação com as embarcações de Espanha e Dinamarca.

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar