Política

Nome da oposição para disputa ao governo pode ser conhecido ainda hoje, acredita Pedro Cunha Lima

pedro-cunha-lima.jpg-02-300x225 Nome da oposição para disputa ao governo pode ser conhecido ainda hoje, acredita Pedro Cunha Lima

O deputado Pedro Cunha Lima (PSDB) acredita que o nome que representará as oposições na disputa ao Governo do Estado pode ser conhecido ainda nesta quinta-feira (12), após a reunião que será realizada  entre o senador Cássio Cunha Lima, Lucélio Cartaxo e os prefeitos Luciano Cartaxo e Romero Rodrigues, em Brasília. Em entrevista a rádio Band News, o parlamentar afirmou que o nome de Lucélio tem conseguido reunir o grupo, mas não descartou outra definição.

“Vai ter uma reunião em Brasília hoje e acho que chegou a hora. O nome de Lucélio está reunindo a unidade das oposições e vamos ver o desfecho nos próximos dias. Chegamos no limite do limite. Essa coisa foi prolongada porque tínhamos dois nomes (Luciano e Romero). A partir do momento que os dois decidem ficar (nas prefeituras) esse vazio vai ser ocupado”, destacou.

Sobre a especulação em torno de seu nome, o tucano declarou que não tem a pretensão de ser o indicado do grupo. “Ao longo de um ano eu vim dizendo que é preciso manter a unidade das oposições. Isso eu disse quando tinha o nome de Romero e Luciano posto. Não é porque chegou no meu nome que vou mudar o discurso”, garantiu. Ele acrescentou que o grupo não deve perder de vista que, para além de qualquer nome, há “uma série de problemas reais para resolver”. Entre as críticas, o deputado citou ações do governador Ricardo Coutinho (PSB) como a criação da Guarda Pessoa e a viagem para visitar o ex-presidente Lula em Curitiba.

Outros partidos – Pedro ainda comentou sobre a situação do MDB e disse acreditar na possibilidade de ver a legenda dentro do projeto montado pelos partidos que contrapõem a gestão socialista. “O MDB nunca deixou de estar na oposição, na minha leitura. O senador Maranhão nunca mudou a posição do campo político para elogiar a gestão do governador Ricardo Coutinho. Como ele não saiu desse campo eu não vejo dificuldade de ter um nome único que seria um excelente resultado nesse processo.  Mas se ele preservar sua candidatura não vejo como o fim do mundo, serão duas candidaturas da oposição”, avaliou.

Outra legenda que será buscada pelo grupo é o PDT. De acordo com o deputado federal, o rompimento da vice-governadora Lígia Feliciano com o governador expôs a indelicadeza no processo das definições. “Vamos conversar com PDT e todos os partidos que queiram fazer parte da oposição para levar a Paraíba a um novo formato de governança”, finalizou.

blogdogordinho

Etiquetas

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar