Política

Onde está amoral? deputada que votou pelo impeachment tem marido preso pela Polícia Federal

13023719_957627347686159_381028356_n-300x180 Onde está amoral? deputada que votou pelo impeachment tem marido preso pela Polícia Federal

O prefeito de Montes Claros, Ruy Muniz (PSB), foi preso pela Polícia Federal em Brasília na manhã desta segunda-feira. Ele é marido da deputada Raquel Muniz (PSD), que votou a favor do impeachment, e estava na capital justamente para acompanhar o processo contra a presidente Dilma Rousseff. Na votação, Raquel citou o marido e elogiou sua gestão na cidade mineira.

A investigação da Polícia Federal apura suspeitas de fraudes em licitação na área da saúde. A ação foi batizada de “Operação Mascara da Sanidade II – Sabotadores da Saúde”. Também foi presa a atual secretária de saúde do município, Ana Paula de Oliveira Nascimento. Foram expedidos ainda quatro mandados de busca e apreensão e dois de busca pessoal.

Os acusados teriam tentado prejudicar o funcionamento dos hospitais públicos de Montes Claros. Segundo a PF em nota divulgada à imprensa, em outubro de 2015, os investigados promoveram a retirada de cerca de 26 mil consultas especializadas e 11 mil exames dos hospitais, deixando de prestar os serviços pela rede municipal. Dessa forma, os acusados pretendiam favorecer o Hospital das Clínicas Mário Ribeiro da Silveira, que pertence a Ruy Muniz e seus familiares.

Ainda segundo os investigadores, o prefeito tem usado verbas públicas para promover, em veículos de comunicação, uma “campanha difamatória” contra hospitais concorrentes, “inclusive lançando mão de dados e informações falsas”. Se condenado, as penas máximas aplicadas aos crimes de Muniz ultrapassam 30 anos.

ELOGIOS À GESTÃO DO MARIDO

Ao proferir seu voto na sessão deste domingo, a deputada Raquel Muniz fez questão de exaltar a gestão do marido:

– Meu voto é em homenagem às vítimas da BR-251. É para dizer que o Brasil tem jeito e o prefeito de Montes Claros mostra isso para todos nós com sua gestão. Meu voto é por Tiago, David, Gabriel, Mateus, minha neta Julia, minha mãe Elza. É pelo norte de Minas, é por Montes Claros, é por Minas Gerais, é pelo Brasil. Sim, sim, sim.

Ela já tinha antecipado sua posição na discussão do processo de impeachment na sexta-feira e a gestão do marido foi vendida por ela como exemplo no combate à corrupção.

 A corrupção que assola o nosso País é a ferrugem que impede o desenvolvimento. Não podemos mais permitir essa situação. Em Montes Claros, minha cidade natal, o Prefeito Ruy Muniz, senhoras e senhores, criou a Secretaria de Prevenção à Corrupção. E, lá, temos lutado para dar mais qualidade de vida aos montes-clarenses, para garantir dignidade à nossa gente – disse Raquel Muniz, na sexta-feira.

Raquel usou seu perfil no Facebook para ressaltar o voto favorável ao impeachment. Nos comentários, em resposta, internautas compartilharam a notícia da prisão de Ruy. A postagem já soma quase 3 mil comentários.

Com O Globo/ Foto:  Reprodução / Facebook

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo