DestaquesPolicial

Operação prende quadrilha interestadual que planejava atacar carros-fortes e bancos no sertão Paraíba

ARMAS-APREENDIDAS-NO-SERTÃO-800x445-1-700x389 Operação prende quadrilha interestadual que planejava atacar carros-fortes e bancos no sertão ParaíbaUma quadrilha formada por criminosos de pelo menos quatro estados do Nordeste, que planejava atacar carros-fortes e bancos no Sertão da Paraíba, foi desarticulada em uma operação realizada nesta quinta-feira (16), na cidade de Aparecida. Foram presos seis acusados com todo o arsenal que seria usado nos crimes, composto por uma metralhadora ponto 50, quatro fuzis, uma pistola, várias munições e explosivos.

Conforme informações do Comandante do Policiamento Regional II (CPR-II) da Polícia Militar da Paraíba, coronel Francisco Campos, as armas estavam escondidas por baixo da carroceria de um carro. “A prisão do bando é resultado de um trabalho integrado entre a Polícia Militar da Paraíba, Polícia Federal do Rio Grande do Norte, Polícia Federal da Bahia, Polícia Federal da Paraíba e Polícia Civil da Paraíba, que evitou com isso vários crimes contra carros-fortes e instituições financeiras, não só aqui no Estado. Eles estavam divididos em dois carros, com placas de Minas Gerais, e as armas e os explosivos estavam todos empacotados, por baixo da carroceria de um dos veículos”, disse.

Os presos, cujas identidades estão sendo confirmadas, são dos Estados do Maranhão, Ceará, Pernambuco e Bahia. A operação continuará para chegar até outros integrantes do bando.

Os suspeitos e todo o arsenal apreendido serão levados para a sede da Polícia Federal, em Patos.

Etiquetas

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar