Policial

Polícia Civil terá 180 equipes e mais de 1.300 policiais deverão trabalhar nas eleições municipais a partir de sexta-feira

POLICIA-CIVIL-NA-BMB-768x512-1 Polícia Civil terá 180 equipes e mais de 1.300 policiais deverão trabalhar nas eleições municipais a partir de sexta-feiraA Polícia Civil da Paraíba deverá iniciar o deslocamento de 180 equipes com delegados, agentes de investigação e escrivães para todas as regiões do Estado a partir da próxima sexta-feira, 13, a fim de cobrir as eleições municipais. Ao todo, mais de 1.300 policiais civis deverão trabalhar nas Eleições 2020, seja na área operacional, na gestão ou nos Centros de Comando e Controle do próprio TRE – Tribunal Regional Eleitoral.

A partir das 08h00 do sábado, 14, e até a segunda-feira, 16, pela manhã, todas as Delegacias Seccionais estarão de prontidão, bem como as delegacias que fazem parte de suas áreas estarão abertas para atendimento de casos referentes ao processo eleitoral. A Delegacia-Geral, em João Pessoa, também estará em regime de plantão durante 48 horas como todo o seu efetivo na área de gestão.

Além do efetivo de pessoal distribuído pelas 22 Delegacias Seccionais de Polícia Civil (DSPC) no Estado, a Polícia Civil também está montando uma estrutura com cerca de 400 veículos e todo o apoio logístico para a cobertura das eleições.

“Não vamos deixar nenhuma região do Estado sem a devida cobertura. Todo o nosso pessoal já foi escalado e as equipes estão prontas para cumprir seu dever e garantir que não faltará policiamento para o cidadão votar com tranquilidade”, disse o delegado geral da Polícia Civil da Paraíba, Isaías Gualberto.

O planejamento para a cobertura das eleições prevê que os crimes eleitorais sejam apurados pela Polícia Civil em 210 municípios paraibanos. Os municípios de João Pessoa, Campina Grande, Patos, Santa Rita, Cabedelo, Bayeux, Conde, Cruz do Espírito Santo e Lucena terão os crimes eleitorais apurados pela Polícia Federal.

“O fato de trabalharmos em parceria com a Polícia Federal, o TRE e todas as forças de segurança do Estado, como a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros Militar, deverá garantir mais celeridade a esse processo. Estamos unindo forças para que tudo transcorra com tranquilidade e segurança nesse momento importante para a democracia do nosso país”, concluiu o delegado geral, Isaías Gualberto.

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira as mais Recentes

Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar