DestaquesPolicial

Polícia prende 4 suspeitos e apreende maconha avaliada em R$ 100 mil, na Paraíba

16726536280003622710000-300x225 Polícia prende 4 suspeitos e apreende maconha avaliada em R$ 100 mil, na ParaíbaUma operação conjunta entre as polícias Civil e Militar de Patos, no Sertão da Paraíba, a 307 km de João Pessoa, prendeu quatro suspeitos e apreendeu 20 kg de maconha prensada que, segundo o delegado Silvio Rabello, seria originária de Goiás e está avaliada em R$ 100 mil.

De acordo com o delegado, a polícia investigava uma quadrilha que levava droga para Teixeira, também no Sertão, a 320 km da Capital. O primeiro detido foi um jovem que, conforme explicou Rabello, foi para Goiânia (capital de Goiás) a mando de um suspeito de Teixeira, que seria o dono da droga. Ele foi reconhecido através de fotos obtidas pela polícia.

O jovem foi flagrado com o carregamento em um táxi, após ter desembarcado no terminal rodoviário de Patos, na companhia de outro suspeito, que também foi preso por portar ilegalmente 20 munições de calibre 36. O taxista não tinha ligação com o grupo e serviu de testemunha.

“Mandamos uma equipe a Teixeira e lá foi preso o mandante e depois um comparsa dele, que tinha um ponto de comercialização e distribuição de drogas”, contou Silvio Rabello.

Dos presos, três foram autuados por tráfico e associação ao tráfico de drogas e um por porte ilegal de munições. A polícia informou que seguirá investigando os esquemas dos traficantes da região e as origens e destinos possíveis da droga.

“Vamos ver quem mais está envolvido com esse crime, porque esse carregamento apreendido é muito grande apenas para uma cidade como Teixeira, com 15 mil habitantes”, comentou o delegado.

Portal Correio

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar