DestaquesEsportes

Por isso serei brasileira até o último suspiro por Niedja Almeida

Niedja-Almeida-300x233 Por isso serei brasileira até o último suspiro por Niedja Almeida

Nos últimos dias tenho lido muitas notícias, artigos e também assistido a vídeos sobre a insatisfação dos atletas estrangeiros com a estrutura que estamos lhes oferecendo para sua estadia e treinamento, aqui no Brasil, durante às Olimpíadas.
Pois bem, talvez eu não esteja entre as melhores pessoas para falar sobre tal assunto, visto que tive um envolvimento com o evento. Contudo o que venho relatar sucumbiu, durante o período de produção desse texto, a minha experiência com o momento olímpico.
Como brasileira, tenho a obrigação de admitir que estamos em uma crise que afeta praticamente todos os setores. Mas e o que isso tem a ver ??!
Tem a ver que milhares de pessoas estão morando em calçadas, estão passando fome, frio ou estão (estamos) sendo vítimas da bandidagem (que vale salientar, só aumenta).
O fato é que não temos estrutura, dinheiro, saúde ou segurança para nós mesmos e simplesmente o que estamos fazendo é emprestar nosso jeitinho brasileiro e nossa desorganização para mancharmos um evento tão lindo e importante como as Olimpíadas.
O que estamos vendo acontecer com esse evento e tudo que estão falando a nosso respeito já acontecia aqui, porém simplesmente ignorávamos.
Exemplos 1 – As vilas olímpicas estão sendo entregues sem instalações, com rachaduras e sem acabamento.
Ok! Agora respondam se existe alguma diferença em relação às casas que são entregues no programa “Minha casa minha vida” ?
Exemplo 2 – Alguns centros de treinamentos são lugares comuns que foram simplesmente adaptados de acordo com a modalidade.
Ok mais uma vez. Alguma diferença com o que acontece com as categorias de base do nosso futebol?! Onde muitas vezes os atletas são colocados em lugares inóspitos.
Pois bem, fico muito triste com tudo isso e me sinto muito mal por ver nosso país virar meme e ser motivo de chacota para os demais.
Ainda assim digo-lhes com toda sinceridade do mundo que por mais triste que seja toda essa situação não abandonarei nossos atletas e nem nossa nação. Vou torcer dobrado, pois nossos representantes sofrem muito mais que os outros e acomodação é o menor dos problemas que eles enfrentam. E mesmo com a falta de apoio (com exceção ao futebol masculino) e falta de patrocínio, eles são os únicos que poderão lutar, suar, correr, nadar e até se machucar para nos representar e derrotar os australianos, os americanos, os alemães e todos os outros adversários. Por isso serei brasileira até o último suspiro, até a última braçada, até a última gota de suor e até o apito final, pois como brasileira esse é o meu dever.

Niedja Almeida

OPIPOCO

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Um Comentário

  1. Boa Tarde! Concordo com Niedja quando ela fala que o brasileiro precisa se programar e se organizar mais para realizar seus planos e seus eventos; concordo também que os esportes olímpicos brasileiros precisam de mais ajuda e patrocínios, pois, como ela própria diz o futebol masculino é o único que goza dos recursos plenos! No entanto, discordo quando ela se refere ao Brasil e ao brasileiro como um povo de jeitinhos, uma vez que, a grade maioria de seus cidadãos são formandos por homens e mulheres de bem que vivem um dia atrás do outros batalhando a sua sobrevivência e o bem estar de sua família; discordo também em ela propagar as críticas de alguns atletas estrangeiros sobre a vila olímpica, se ela realmente soubesse a história das olimpíadas saberia que os problemas em vilas olímpicas são corriqueiros nesta fase do processo, que anteriormente ocorreu em Londres, Pequim, Atenas e na própria Sydney! O que acontece, na minha humilde opinião é que o brasileiro tem a sindromi do vira lata, é só dizer que fazemos tudo errado e nós como submissos que temos que ser baixamos a cabeça e aceitamos! O brasileiro tem que se orgulhar do evento que se avizinha, dá oportunidade que foi dada ao Brasil de participar desta festa universal, e não replicar as opiniões de estrangeiros que tem em nós a figura de vira latas e de ineficientes! Porque Niedja não relatou que a olimpíada na Austrália foi repleta de reclamações de falta de estrutura, de falta de alimentação, e da falta de banheiros com água quente e principalmente por falta de hospitalidade! Mais não preferi replicar a insatisfação de uma delegação que daqui a um dia estará bem estalada em seus apartamentos amplos, com Wi-Fi de grande potência e com a melhor comida brasileira à disposição! Essa é minha humilde opinião e que o Brasil é o brasileiro para de se achar Vira Lata!

    https://f5paraiba.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar