Esportes

Preço de jogadores da seleção descarta ideia de geração brasileira ruim

NEIMAR-300x202 Preço de jogadores da seleção descarta ideia de geração brasileira ruim

Os espanhóis julgam Phillippe Coutinho ideal para substituir Iniesta nos próximos anos. Curioso que Iniesta tenha sido um dos maiores meio-campistas deste século 21 e Coutinho um atacante, mais do que um meia.

Há dois anos, Tite relatou informações recebidas de Jurgen Klopp, técnico do Liverpool, sobre como Coutinho poderia jogar pela direita.

Parecia difícil. Ele jogava muito mais saindo da esquerda, em diagonal em direção ao gol.

Hoje o novo craque do Barcelona é o titular da seleção pela direita.

Contra o Equador, em Porto Alegre, Tite trocou Renato Augusto por Coutinho. A maior parte dos analistas considerou Paulinho recuado para segundo volante, com Coutinho meia ofensivo, logo atrás de Gabriel Jesus. Mas houve vários momentos em que Paulinho e Coutinho estavam lado a lado. Seguia sendo um 4-1-4-1, com dois meias. Nem Paulinho era cabeça-de-área nem Coutinho atacante.

A soma de todas estas informações avaliza a capa do diário catalão “Mundo Deportivo” com afirmação de que Coutinho pode jogar como 7, 8, 10 ou 11.

Os números de camisa não ilustram como antes as posições e funções, mas a ideia é que Coutinho pode jogar como meia-direita ou meia-esquerda, pela ponta-direita ou pela ponta-esquerda.

Pode mesmo.

A dúvida é se já pode ser o centro de gravidade de um time, como Iniesta foi tantas vezes. Fazer a bola rodar num movimento de vai e volta à espera de que se abra a fresta na defesa rival, como o Barcelona fez por anos.

O reflexo natural de Phillippe Coutinho é acelerar. Chegará ao Barcelona, em princípio, para jogar no 4-4-2 de Valverde, pela esquerda.

Neymar também acelera. Por isso, algumas vezes há um problema na recomposição defensiva da seleção brasileira.

Em vez de formar uma linha em que Coutinho volte pela direita e Neymar pela esquerda, Renato Augusto precisa se aproximar da cobertura de Marcelo, o que abre espaço para a circulação de bola do adversário pela faixa central.

É perigoso e, mais ainda, porque a ideia geral deixou de ser a de que o Brasil tem a pior geração de todos os tempos, para o julgamento de que vai ganhar a Copa. Melhor dizer que pode vencer o Mundial, desde que trabalhe muito daqui até lá.

Perceber que a seis meses da estreia contra a Suíça, o Brasil possui os dois jogadores mais caros do planeta descarta a ideia de que a geração seja ruim. Não é a melhor nem a pior que já houve, mas há talento.

Melhor do que ter os dois jogadores mais caros do mundo, seria ter os dois melhores do planeta. Era o cenário antes da Copa do Mundo da França, em 1998, com Ronaldo eleito pela Fifa, com Roberto Carlos em segundo lugar, em dezembro de 1997.

Não eram Pelé e Garrincha, que foram melhores de fato, mas os destaques eleitos pelos treinadores das seleções do mundo todo. Não serviu para ir além do vice-campeonato, há vinte anos.

A diferença é que Neymar e Coutinho amadurecem dia após dia. Coutinho não faz, mas poderá fazer em breve função semelhante à de Iniesta. Se treinar para isso. Neymar faz o time girar em sua frequência, mesmo sem ser armador.

Nenhuma comparação com Pelé, é óbvio. Mas é curioso que a dupla mais cara do planeta seja formada por… Neymar e Coutinho.

Folhapress
1800779 Preço de jogadores da seleção descarta ideia de geração brasileira ruim

A OUTRA DUPLA

Outra parceria de Neymar, Mbappé superará Coutinho como segundo mais caro do mundo quando o Paris Saint-Germain pagar 180 milhões de euros ao Monaco, ao fim do empréstimo, em julho. Pagará, porque o contrato obriga. Coutinho custou 160 milhões de euros ao Barcelona.

FRANÇA-BRASIL

Quando o PSG efetuar o pagamento por Mbappé os cinco mais valiosos da história serão brasileiros ou franceses. Pela ordem: Neymar, Mbappé, Coutinho, Dembelé e Pogba. Cristiano Ronaldo passará a ser o sétimo mais caro. Das dez transferências mais caras, seis foram nos últimos doze meses.

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo