DestaquesParaíba

PRF ajuda Monteirense desaparecido que percorreu 1.500 km da PB a MG a rever os filhos

joseesilvana-300x225 PRF ajuda Monteirense desaparecido que percorreu 1.500 km da PB a MG a rever os filhos

No dia 05 de dezembro 2015, o site OPIPOCO vinculou matéria (Em Monteiro: Família procura por homem desaparecido) de um homem da zona rural de Monteiro que segundo sua família estava desaparecido e até então não se sabia o seu paradeiro. Na manhã desta terça-feira a família de José Manoel, entrou em contato com nossa redação, para comunicar que seu José havia sido encontrado em Monte Claros, Minas Gerais.082855ef-7b28-415b-a828-278062e0e041-300x225 PRF ajuda Monteirense desaparecido que percorreu 1.500 km da PB a MG a rever os filhosDe acordo com informações da família, a policial Federal conseguiu localizar os parentes através de nosso portal de noticias OPIPOCO.

Um café e alguns minutos de conversa colocaram fim na agonia de uma família. José Manoel de Lima, de 58 anos, saiu de Monteiro (PB) a procura dos filhos, que moram em Belo Horizonte (MG). Depois de percorrer mais de 1.500 quilômetros, de bicicleta, de carona e a pé, ele parou em um posto da Polícia Rodoviária Federal em Montes Claros (MG), nesta segunda-feira (22).

“Ele chegou e parou na janela aqui do posto, imaginamos que ele buscava comida, providenciamos café e biscoitos, mas ele nem tocou nos alimentos. O que ele queria, na verdade, era atenção. Percebemos que ele queria contar a história dele, da busca pela família”, conta Silvana dos Anjos, da PRF.0fa70b95-e4d2-413d-a2b0-401b995583c8-225x300 PRF ajuda Monteirense desaparecido que percorreu 1.500 km da PB a MG a rever os filhos 58aa3df1-7621-4da4-aabf-ef8ac09c972a-225x300 PRF ajuda Monteirense desaparecido que percorreu 1.500 km da PB a MG a rever os filhos

Ao conversar com José, a policial descobriu que ele não portava documentos. No saco, improvisado como mochila, ele levava apenas roupas, farinha de mandioca, uma faca e um cobertor. Durante o trajeto, ele contou que se alimentou de farinha com açúcar mascavo, trazidos de casa, e de comida dada por pessoas que encontrou pelo caminho. Não soube dizer há quanto tempo havia tomado o último banho e que chegou a dormir ao relento.

“Eu sei ler e escrever um pouco, quando vi a palavra polícia, parei e pensei, talvez a Justiça possa me ajudar na minha missão”, disse.

O que José não sabia era que ao mesmo tempo em que ia atrás dos cinco filhos, também era procurado por eles.

joseesilvana PRF ajuda Monteirense desaparecido que percorreu 1.500 km da PB a MG a rever os filhos
PRF Silvana descobriu a história de José ao parar
para conversar com ele (Foto: Michelly Oda / G1)

“Ele estava bem lúcido e tranquilo foi capaz de se identificar, de fornecer a data de nascimento  e os nomes dos filhos, mas em alguns momentos percebemos que a consciência dele oscila. Com essas informações, descobrimos um anúncio na internet afirmando que ele estava desaparecido e conseguimos localizar os familiares dele”, destaca Silvana.

Por telefone, Josenete Lima, irmã que cuidava de José na Paraíba, disse que ele tomava remédios controlados, mas não soube dizer qual é a doença dele, apenas soube dizer que ele tem “problema de nervos”. O G1 não conseguiu localizar o médico que o atende.

“Ele costumava sumir e ficar três ou quatro dias fora, mas nunca havia demorado tanto tempo e sempre voltava. Algumas pessoas viram ele saindo de bicicleta, estava desesperada, pedia a Deus todos os dias que me desse notícias dele”, fala Josenete.

Depois de localizar o endereço de uma filha de José, que mora em Belo Horizonte, a PRF entrou em contato com a mulher e eles conversaram, enquanto ela pedia para que o pai a esperasse no posto da polícia, ele dizia não acreditar no que estava acontecendo.

“Quem tá falando? Não acredito que és tu não [sic], ” afirmou. “Minha maior riqueza era te encontrar”, falou após ser convencido que conversava com a filha.

O reencontro do homem com a família deve acontecer na tarde desta segunda. Os policiais ainda providenciaram um banho e roupas novas para José.

“Me sinto muito feliz, o encontramos em um plantão muito alterado, com vários acidentes graves, as equipes estavam retornando destas ocorrências, esse é um exemplo de que o lado humano ainda impera entre nós, saber que ele vai passar o Natal com a família é muito gratificante”, finaliza a policial.

OPIPOCO

Em Monteiro: Família procura por homem desaparecido

Em Monteiro: Família procura por homem desaparecido

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar