Política

Raniery Paulino propõe projeto na ALPB para desobrigar fornecedores a abrirem conta no Bradesco

raniery_paulino_walla_santos_4-300x200 Raniery Paulino propõe projeto na ALPB para desobrigar fornecedores a abrirem conta no Bradesco

A mudança do banco responsável por gerenciar o pagamento dos salários dos servidores estaduais tem causado contratempos para o funcionalismo, mas segundo o deputado Raniery Paulino (PMDB), os funcionários podem optar por fazer a portabilidade. Já para os fornecedores, o parlamentar encontrou uma saída. Raniery apresentou projeto de decreto legislativo na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) para desobrigar os fornecedores do Governo do Estado a abrirem suas contas no Bradesco.

O projeto está na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e precisa passar pelo plenário. Já para os servidores, ele disse que do ponto de vista constitucional, não há o que se fazer porque há julgados pela constitucionalidade da medida. “Eu gostaria de fazer o mesmo em relação aos servidores, mas já fiz uma análise jurídica nesse sentido e vejo que já tem julgado em STF”, disse.

O deputado disse que a ausência do Bradesco nos municípios do Estado ocorre, inclusive, nas cidades maiores, onde tem Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, mas não tem Bradesco.
“Isso é um transtorno para o servidor, isso é um fato. Do ponto de vista social e político, é um transtorno para o cidadão, até porque as agências do Bradesco não estão na sua totalidade da Paraíba”, analisou o deputado Raniery Paulino (PMDB).

O contrato do Governo do Estado com o Banco do Brasil terminou e o Bradesco foi o vencedor de nova licitação realizada pela Secretaria de Administração do Estado.

Os servidores têm até o dia 18 de outubro para escolher a agência do Bradesco em que preferem ser atendidos.

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar