Mundo

Rússia ataca e captura três navios ucranianos perto da península da Crimeia

15431960375bfb4d8546d86_1543196037_3x2_rt-300x200 Rússia ataca e captura três navios ucranianos perto da península da Crimeia

Dois navios pequenos de guerra e um rebocador ucranianos foram capturados por forças russas, deixando vários tripulantes feridos neste domingo (25).

Rússia ataca e captura três navios ucranianos perto da península da Crimeia
Policiais ucranianos em frente à embaixada da Rússia em Kiev, que foi alvo de protestos após Moscou capturar três navios da Ucrânia – Sergei Supinsky/AFP

O incidente começou quando a Rússia acusou os barcos ucranianos de entrarem ilegalmente em suas águas territoriais, no Mar Negro, próximo à península da Crimeia. A Rússia havia posicionado um petroleiro no estreito de Kerch, o único acesso do Mar Negro ao mar de Azov, que é território compartilhado entre os dois países.

Nos últimos dias, a Rússia havia passado a inspecionar todas as embarcações que estavam saindo de portos ucranianos ou se dirigindo a eles, restringindo a passagem no estreito.

Em 2014, Moscou anexou a Crimeia, que era parte da Ucrânia, e o incidente deste domingo exacerba as tensões entre os dois países.

O presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, disse que as ações russas eram “ataques gratuitos e malucos”. O parlamento do país votará na segunda-feira (26) uma declaração de lei marcial.

A Rússia convocou uma reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU, que deve se realizar na segunda-feira (26).

O serviço de segurança russo, o FSB, disse que havia “provas irrefutáveis de que Kiev preparou e orquestrou provocações no Mar Negro. Esses materiais serão divulgados em breve.”

A FSB confirmou que atirou nas embarcações para forçar os navios a pararem, e que os capturou.

A União Europeia e a OTAN pediram moderação aos dois lados e solicitaram que Moscou reabra o acesso ao estreito, usado pelos navios da Ucrânia. Autoridades ucranianas disseram que avisaram previamente aos russos que suas embarcações iriam passar pelo estreito de Kerch.

Etiquetas

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar