Paraíba

Secretaria de Saúde de monteiro destaca a importância do combate à hanseníase no Janeiro Roxo

Janeiro-Roxo-e1611659359887 Secretaria de Saúde de monteiro destaca a importância do combate à hanseníase no Janeiro RoxoA Secretaria de Saúde sempre preocupada em combater as doenças que a cada ano voltam a atingir a população, realiza todos os anos campanhas de conscientização e prevenção de acordo com o calendário nacional.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), mais de 200 mil novos casos da Hanseníase são detectados em todo o mundo. O Brasil concentra mais de 90% dos casos da América Latina, sendo o segundo país com a maior prevalência da doença, atrás apenas da Índia.

Com estas informações a Secretaria de Saúde do município, tem como objetivo informar a população sobre os riscos e sintomas da Hanseníase. O diagnóstico precoce permite diminuir as chances de surgirem incapacidades físicas, além de favorecer a interrupção da cadeia de transmissão.

E este mês não é diferente, o “Janeiro Roxo” foi criado em 2016 e tem o último domingo do mês como data símbolo. E nesse dia é celebrado o Dia Mundial de Combate e Prevenção da Hanseníase. A campanha de 2021 tem como slogan: A hanseníase é negligenciada, mas a saúde não!.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Clínica Médica (SBCM), a partir de dados do Ministério da Saúde, a doença é mais frequente nas regiões Nordeste, Centro-Oeste e Norte, que respondem por quase 85% dos casos do país.

Sintomas

Os sintomas da doença aparecem, principalmente, nas extremidades das mãos e dos pés, no rosto, orelhas, nádegas, costas e pernas. São manchas esbranquiçadas, amarronzadas ou avermelhadas, com perda de sensibilidade ao calor, ao toque e à dor. É possível uma pessoa queimar a pele na chama do fogão ou em uma superfície quente e sequer perceber. A sensação de formigamento também é um sinal da doença.

Outros sintomas são sensação de fisgada, choque, dormência e formigamento ao longo dos nervos dos membros; perda de pelos em algumas áreas e redução da transpiração; redução de força na musculatura das mãos e dos pés; e caroços no corpo, em alguns casos avermelhados e dolorosos. Condições precárias de moradia e saneamento favorecem a ação da Mycobacterium Leprae.

Quem tem diagnóstico para hanseníase deve começar a tomar os medicamentos prescritos de imediato. O tratamento deve ser seguido à risca.

A Secretaria de Saúde ainda informa que apresentando qualquer sintoma, a procura pelas unidades de saúde deve ser imediata, pois a medicação e o tratamento são gratuitos, disponibilizados pelo Ministério da Saúde.

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo