Brasil

Senado inicia votação e Cássio apresenta requerimento contra excluir inegibilidade

Cássio-310x245-1-300x237 Senado inicia votação e Cássio apresenta requerimento contra excluir inegibilidade

Após seis dias de julgamento, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, que também comanda o julgamento do impeachment, iniciou, às 11h15, desta quarta-feira (31), o processo de votação contra a presidente afastada Dilma Rousseff (PT).

No início da sessão, o PT, através do senador Humberto Costa (PE), apresentou requerimento solicitando que a questão de que Dilma fique inabilitada para cargos públicos por 8 anos seja votada em separado. Em seguida, o senador paraibano Cássio Cunha Lima (PSDB) pediu a palavra e opôs a proposta petista.

Cássio Cunha Lima afirma que, mesmo acolhido o requerimento, “seria inócuo”, porque Dilma estaria enquadrada na Lei da Ficha Limpa e não poderia concorrer a cargo público. “O requerimento do PT está precluso, não poderia mais estar sendo proposto”, afirmou.

Para o impedimento definitivo de Dilma, são necessários ao menos 54 votos entre os 81 senadores.

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar