DestaquesParaíba

TIRO NO PÉ: Oposição em Monteiro retrata incompetência da própria candidata, a ex-prefeita Edna Henrique

WhatsApp-Image-2020-09-30-at-08.45.24-e1601466635107 TIRO NO PÉ: Oposição em Monteiro retrata incompetência da própria candidata, a ex-prefeita Edna HenriqueEm um vídeo publicado nas redes sociais promovido pelo partido de oposição à candidata a reeleição, Anna Lorena, jovens mostram em vídeo e fotos obras inacabadas ligadas à educação, onde os mesmos citam Paulo Freire, falando sobre a importância do investimento em educação.

“Uma creche e uma escola que deveria trazer sonhos e esperança e dias melhores para a população local, mas infelizmente até hoje suas obras não foram concluídas”, com esta citação os jovens colocam diretamente em cheque a competência da atual deputada federal e ex-gestora de Monteiro, Edna Henrique, pois a mesma assinou um termo de compromisso com o FNDE em Brasília, que determinava que as três obras das escolas rurais de SANTA CATARINA,QUEIMADAS e CACIMBA DE CIMA deveriam ser construídas no período de 07/2014* a *07/2016, período em que a atual candidata a vice-prefeita exercia seu mandato de prefeita de Monteiro.

Outro fato importante e não citado no vídeo, rede social ou qualquer outro pronunciamento de Edna Henrique, é que o recurso destinado para a execução dessas três obras foi liberado em uma mesma conta e no mesmo período. O fato é comprovado por meio de documentos validados pela própria ex-gestora.

De posse dos fatos verdadeiros e documentados, cabe a candidata a vice-prefeita esclarecer a população o motivo pelo qual as três escolas não foram construídas, tendo em vista que o período de construção, estabelecido pelo FNDE, era de julho de 2014 até julho de 2016.

Outro questionamento pertinente é: por quê mesmo com recurso aprovado e liberado, as obras de Queimadas e Santa Catarina permaneceram paralisadas durante o último ano da gestão da ex-prefeita e somente a obra de Cacimba de Cima foi finalizada.

Mais um fator relevante diz respeito a visita feita pelos engenheiros do FNDE no início de 2017 onde constataram as duas obras paralisadas há mais de 1 ano. Por esse motivo todos os recursos do Plano de Ações Articuladas – PAR foram bloqueados, impedindo assim novos investimentos na educação da Rede Municipal de Ensino.

O município de Monteiro permaneceu dois anos (2017 e 2018) sem poder receber nenhum recurso federal em novas obras cadastradas para a Educação, justamente por causa das pendências de obras paralisadas deixadas pela gestão anterior.

Em suma, a oposição em mais uma ação que torna por demais aparente seu desespero, tenta denegrir com falsas notícias a atual gestão, que tem sido reconhecida não só a nível regional, mas também estadual, diante de tantas experiências exitosas, parcerias e inovações.

Ainda de acordo com informações do setor de Planejamento, uma nova licitação foi feita para que as obras sejam concluídas.

Etiquetas

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar