CidadesDestaques

TJ nega pedido de habeas corpus para soltar dr Marinho e defesa recorre ao STJ

20160310155741-260x300 TJ nega pedido de habeas corpus para soltar dr Marinho e defesa recorre ao STJ

O Tribunal de Justiça da Paraíba, negou pedido de habeas corpus para colocar em liberdade o médico e ex-prefeito de Santo André, no Cariri paraibano, dr Marinho (2001 – 2008), que foi preso na manhã da última terça-feira (8) na periferia de Campina Grande.

O advogado de dr Marinho, Josedeo Saraiva de Souza, impetrou o habeas corpus no TJPB e, como foi negado, a defesa recorreu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) em Brasília.

Desta forma, o pedido de habeas corpus que visa por em liberdade o ex-prefeito, chegou a mesa do ministro, Sebastião Reis Junior, da 6ª turma do STJ nesta quarta-feira (9), onde, segundo consulta ao Diário da Justiça, já está concluso para despacho.

A defesa de dr Marinho tenta transformar a pena dele em prisão domiciliar.

Entenda o caso

Dr Marinho foi condenado por acumulo de cargo e recebimento de salário indevido, processo de 2004.

Ele foi condenado a 2 anos de prestação de serviço à comunidade e ainda pagar multa de 3 salários mínimos.

No entanto, ele faltou a pelo menos 6 audiências admoestatória, fato que irritou sobremaneira o juiz da Comarca de Juazeirinho, Alexandre José Gonçalves Trineto, que expediu mandato de prisão em desfavor do médico.

10392256_961132450637903_4866545033217096754_n TJ nega pedido de habeas corpus para soltar dr Marinho e defesa recorre ao STJ

HELENO LIMA

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar