Esportes

Treze ‘dorme’, é derrotado pelo Auto e vê pressão aumentar

treze-1-310x245-300x237 Treze ‘dorme’, é derrotado pelo Auto e vê pressão aumentar

O Treze conheceu mais uma derrota no Campeonato Paraibano – a terceira em oito jogos. Jogando no estádio Almeidão, em João Pessoa, na noite dessa segunda-feira (14), o alvinegro foi derrotado facilmente pelo Auto Esporte, então lanterna do grupo A, por 2 a 0. Apesar do revés, o Galo se mantém na vice-liderança do grupo B, entretanto, vê a pressão aumentar sobre o elenco e o técnico Marcelo Vilar.

Os gols do Clube do Povo foram anotados por Buiu, de pênalti, no primeiro tempo, e Ítalo, na segunda etapa. Com os três pontos, o Macaco Autino pulou para terceira colocação do Grupo A, agora com 11 pontos.

A partida apresentou mais uma versão de um Treze lento, refém de suas limitações técnicas e táticas e, sobretudo, apático e displicente.

Embora contasse com a regularização de quatro novos jogadores, o técnico Marcelo Vilar optou por manter a mesma equipe do empate com o Sousa, na sétima rodada. Não demorou muito para Vilar perceber o equivoco e trocar Mael por Doda, ainda no primeiro tempo. Substituído, Mael deixou o campo cabisbaixo, enquanto o reestreante perderia a melhor oportunidade do Galo na primeira etapa. Na pequena área, com o gol aberto, Doda se assustou com tamanha gentiliza da defesa e mandou para fora.

Antes, o Auto já havia aberto o marcador com Buiu, depois de Ítalo entrar como quis na pequena área e a bola sobrar para o próprio Buiu, derrubado infantilmente por Toninho. Pênalti assinalado e bem cobrado pelo camisa 9 alvirrubro.

No segundo tempo, na base do abafa, o Treze ocupou o campo do Auto Esporte, mas de forma desordenada pouco ameaçou o gol de Enderson. O goleiro foi quem proporcionou o melhor momento do Galo ao rebater, de forma bisonha, a bola contra a própria meta. Por sorte, não entrou.

No contra golpe, o Auto se aproveitou da fragilidade trezeana e ampliou com Ítalo.

Ao final do jogo, tanto o técnico Marcelo Vilar como os jogadores Márcio Greyck, Júnior Xuxa, Elanardo e Guilherme foram hostilizados pelos torcedores.

MaisPB
Maurílio Júnior

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo