Cidades

Vereador teme rompimento de barragem e denuncia que culpa é da prefeita do município

barragem_santo_andre_2-300x225-300x225 Vereador teme rompimento de barragem e denuncia que culpa é da prefeita do municípioA principal barragem do município de Santo André, no Cariri da Paraíba, está ameaçada de romper apenas nas primeiras chuvas que caíram na região. A culpa, segundo o vereador João Batista (PR), não é da quantidade de água caída no manancial, mas da prefeita de Santo André, Silvana Marinho, que fez uma manutenção descuidada no ano passado sem a presença de um engenheiro deixando o balde do manancial em situação de risco.

A barragem do Pau Caído foi construída em 2003 através de recursos do Pronaf Infra-estrutura e um ano depois, em 2004, ela rompeu. No ano de 2012, a barragem foi recuperada com recursos do Governo do Estado conseguidos pelo ex-prefeito Fenelon Medeiros e agora ameaça romper novamente por descuido da Prefeitura de Santo André.

“A prefeita Silvana Marinho mandou fazer uma manutenção e sem nenhum planejamento e zelo com uma obra que exige cuidados, fizeram apenas mexer no balde e soltar a terra e a barragem pelo que todos podem ver está visivelmente rachada, podendo vir a romper”, detonou o parlamentar.

João Batista informou que entrou em contato com o diretor da AESA, João Fernandes, e pediu uma fiscalização para adotar medidas urgentes. O vereador espera que a prefeita Silvana Marinho tome as providências quanto ao problema e corrija os erros antes que seja tarde demais.

A barragem é a maior de Santo André e está localizada no Sítio Pau Caído, atendendo várias comunidades rurais e até a zona urbana através de carros pipas.

De olho no Cariri

Etiquetas

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar