DestaquesPolítica

Deputado pede a regularização dos mais de 8 mil codificados do Governo do Estado

Deputado pede a regularização dos mais de 8 mil codificados do Governo do Estado 1

O deputado João Henrique (DEM) defendeu, nesta quarta-feira (7), a legalização dos mais de 8 mil servidores codificados do Governo do Estado. Da tribuna da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), o parlamentar disse que os funcionários não podem viver na clandestinidade.

“Assinei a CPI dos Codificados e faço parte dela. Eu defendo o efetivamento, a normalização da situação dos codificados. Eu não tenho outra intenção que não seja a de legalizar os trabalhadores que se encontram na clandestinidade. Essas pessoas têm os seus direitos tolhidos quando a elas não é permitido o desconto da previdência e negados os direitos que poderiam alcançá-las. Mais de 8 mil estão na clandestinidade na Paraíba”, defendeu o deputado.

Segundo os números apresentados pelo Governo do Estado, em novembro de 2015 eram 8.587 codificados, o número caiu para 8.498, em dezembro de 2016, e atualmente é de 8.012.

Os codificados são pessoas que prestam serviço ao Estado e recebem seus salários apenas com a apresentação do CPF na instituição bancária. A CPI vai apurar supostas discrepâncias entre os valores apresentados pela gestão estadual e os valores recebidos pelos beneficiados.

“Os governos sempre terão a oportunidade de oferecer emprego para todos. Não tenhamos medo de uma CPI. Vamos instalar e trabalhar para, juntos, situação e oposição, tentarmos viabilizar a legalização desses trabalhadores”, finalizou o deputado.

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Um Comentário

  1. O deputado está certo.Agora eu pergunto a ele:cadê os codificados da prefeitura de Monteiro,funcionarios ganhando salarios minimo e dividindo para 3 funcionarios.A mesma pratica ele mandou usar na PM de Camalaú a onde ele manda.O pipoco falava tanto do deputado e agora se calam

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
error: Não Permitido!
Fechar