Mundo

Após ataques a igrejas, estado de emergência começa a valer no Egito

policial-armado-847x302-300x107 Após ataques a igrejas, estado de emergência começa a valer no Egito

O estado de emergência começou a vigorar nesta segunda-feira (10) no Egito, um dia depois de duas explosões em igrejas cristãs deixarem pelo menos 44 mortos e 100 feridos no país, segundo a Reuters.

Um comunicado, divulgado nesta manhã, informou que a medida passou a valer partir de 13h (8h no horário de Brasília), mas ainda deverá ser aprovado pelo Parlamento em até sete dias para continuar válido.

A medida foi anunciada no domingo (9) em um comunicado televisionado do presidente Abdel Fattah al-Sisi, após os ataques, mas ainda está sujeita à aprovação parlamentar. O estado de exceção foi decretado em algumas ocasiões excepcionais em anos passados, depois que esteve em vigor de forma contínua entre 1981 e 2012, quando foi abolido ao calor da revolução egípcia de 2011.

Assim como no restante do mundo, os cristãos do Egito celebravam o Domingo de Ramos, que marca o início da Semana Santa, quando ocorreram as explosões. O grupo radical Estado Islâmico reivindicou o atentado, por meio de sua agência de notícia, a Amaq.

G1

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar