Brasil

Casamento poliafetivo é reconhecido e registrado no Brasil

201604060901160000006095-300x219 Casamento poliafetivo é reconhecido e registrado no Brasil

O primeiro casamento poliafetivo do Rio com duas mulheres e um homem foi assinado na última sexta, às 11h, no 15º Ofício de Notas, no Rio, da tabeliã Fernanda Leitão.
O funcionário público Leandro Jonattan da Silva Sampaio, 33 anos, Thais Souza de Oliveira, 21, dona de casa, e Yasmin Nepomuceno da Cruz, 21, estudante de técnica de enfermagem, decidiram oficializar a união para facilitar direitos que podem ter em comum, como plano de saúde.
Os três moram juntos em Madureira, onde nasceram, em uma casa de um quarto. Querem vendê-la para aumentar a família. É que Yasmin pretende engravidar e pôr os nomes dos três na certidão de nascimento da criança. — Eu não quero ofender ninguém. É só estilo, uma opção de vida — disse Leandro à Ana Cláudia Guimarães, da turma da coluna.

da redação com 24 horas

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar