Mundo

EUA pedem libertação de ativista cubano em greve de fome há 80 dias

raulcastro2-300x189 EUA pedem libertação de ativista cubano em greve de fome há 80 dias

O Departamento de Estado norte-americano pediu a libertação do ativista cubano Vladimir Morera Bacallao, de 45 anos, que está internado em consequência de uma greve de fome que dura há mais de 80 dias.

«Pedimos ao governo de Cuba a libertação de Vladimir Bacallao, preso por dissidência pacífica e em greve de fome», pediu a subsecretária de Estado para o Hemisfério Ocidental, Roberta Jacobson.

Bacallao, que é militante do grupo dissidente Movimento Cubano de Reflexão, foi detido após fazer grafitos com mensagens de contestação ao regime cubano nas paredes de sua casa. Foi julgado no final de novembro e condenado a quatro anos de prisão por danos e desordem pública.

O dissidente já tinha estado preso em 2014 e foi um dos 53 presos políticos libertados por Cuba em dezembro desse ano, pouco depois de Washington e Havana retomarem as relações diplomáticas. Foi novamente detido em abril e está em greve de fome desde 8 de outubro.

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar