Cidades

APÓS DEMISSÃO: Yure Simpson chama João Azevêdo de traidor

yuri-exonerado APÓS DEMISSÃO: Yure Simpson chama João Azevêdo de traidor

O ex-presidente da Paraíba Previdência (PBPrev), Iury Simpson, exonerado do cargo pelo governador João Azevêdo (PSB), criticou o Governo do Estado por, segundo ele, ‘trair o projeto implementado por Ricardo Coutinho’ e ‘propagar inverdades’ sobre órgãos da administração estadual. Por meio de nota enviada ao Polêmica Paraíba, Simpson destacou que está com a ‘alma aliviada’ após ser demitido do cargo. (Leia a nota no final do texto).

Na nota, Simpson expôs estremecimentos com o governador João Azevêdo e revelou que pediu uma audiência com o socialista para discutir questões relativas à Reforma da Previdência, mas que João não teria respondido à solicitação. O ex-secretário também demonstrou insatisfação com as declarações do governador, concedidas à imprensa, após a exoneração.

O ex-auxiliar de Azevêdo faz um balanço positivo do tempo em que esteve à frente da Previdência estadual e ressaltou que, apesar de ter assumido a pasta num período delicado, ‘fez muito’ pelo setor. “Saio com a certeza do dever cumprido e de alma aliviada, pois estava sentido, cada vez mais forte, que esse governo não é o governo que lutamos para eleger”, sentenciou.

Exonerações

Além de Iury Simpson, o governador exonerou Fábio Maia, que atuava na Secretaria Executiva de Planejamento. Para o lugar de Maia, o governador nomeou Francisco Petrônio de Oliveira Rolim. Para substituir Simpson, na PBPrev, o governador nomeou José Antônio Coelho Cavalcanti. As demissões e nomeações foram publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (27).

NOTA

Em Janeiro de 2015 aceitei o convite do então Governador Ricardo Coutinho para dirigir os destinos da Paraíba Previdência – PBPREV, num momento extremamente delicado vivido por aquela autarquia. Encontramos muito a ser feito e muito fizemos, como, por exemplo, a redução vertiginosa do custeio, a taxa de administração e aumento considerável no tempo de análise e resolução dos processos (22.956 até a presente data). Atingimos recordes com a redução de custeios ano após ano da gestão, e com o importante Certificado de Regularidade Previdenciária em dia.

Diante das maquiavélicas traições existentes no meio político, onde não fui o primeiro e nem tampouco serei o último a sentir seus dissabores, deparo-me com notícias veiculadas pela imprensa, dando conta da minha ausência/omissão na PBPREV. No entanto, os números dizem o contrário, fizemos sim, uma gestão exitosa e de fácil constatação.

Uma gestão governamental deve ser feita com bom relacionamento entre governante e gestores de órgãos. Inconcebível é, pedir audiência com o governador, ressaltando ser a primeira para tratar individualmente sobre previdência e não conseguir agenda, principalmente num momento delicado da Reforma da Previdência, onde somos contrário em penalizar apenas a classe trabalhadora em detrimento do sistema financeiro, o que por via de consequência não solucionará o problema do déficit financeiro e atuarial do Estado.

A bem da verdade, este governo tenta encobrir a verdadeira traição ao projeto implementado no Estado por Ricardo Coutinho, propagando inverdades sobre a performance de órgãos importantes, como no caso a PBPREV.

Saio com a certeza do dever cumprido e de alma aliviada, pois estava sentido, cada vez mais forte, que esse governo não é o governo que lutamos para eleger.

Yuri Simpson Lobato

Fonte: Polêmica PB

Etiquetas

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar