DestaquesDiversas

Universidade Estadual da Paraíba promove Concurso de Cordel Jackson do Pandeiro: 100 anos do Rei do Ritmo

Concurso-de-Cordel-700x378 Universidade Estadual da Paraíba promove Concurso de Cordel Jackson do Pandeiro: 100 anos do Rei do Ritmo

Não faz pouco tempo que a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) flerta com o Cordel. Essa paquera vem de longe. Basta observar que a Instituição conta com uma sala especialmente reservada ao gênero no Museu de Arte Popular da Paraíba (MAPP) e com o maior acervo de Cordel da América Latina: a Biblioteca de Obras Raras Átila Almeida. As estrofes dos vates nordestinos também estão presentes em inúmeros eventos realizados e apoiados pela UEPB ao longo do ano. Agora, reafirmando seu amor pelos versos rimados, a Instituição, por meio da Pró-Reitoria de Cultura (Procult), está promovendo o Concurso de Cordel Jackson do Pandeiro: 100 anos do Rei do Ritmo.

Conforme estabelecido no Edital, a iniciativa objetiva estimular a publicação de folhetos de Literatura de Cordel produzidos por autores paraibanos, visando difundir o gênero e homenagear o Rei do Ritmo em seu centenário. Também pretende incentivar a leitura e a concepção de Cordel no Estado da Paraíba, contribuindo para a valorização dessa importante expressão artística popular.

Os trabalhos participantes do certame devem ter no mínimo oito páginas e no máximo 16. Serão selecionados 10 títulos, sendo apenas um por autor e podem ser inscritas obras originais e inéditas, de acordo com as seguintes modalidades: quatro obras elaboradas em sextilhas, com sete sílabas poéticas, possuindo no mínimo 32 estrofes e no máximo 64 estrofes; quatro obras elaboradas em setilhas, contendo sete sílabas poéticas, dispondo de no mínimo 24 estrofes e no máximo 48 estrofes; duas obras elaboradas em décimas, contemplando sete ou dez sílabas poéticas, abrangendo no mínimo 16 estrofes e no máximo 32 estrofes.

Os escritos escolhidos comporão o catálogo da Editora da Universidade Estadual da Paraíba (Eduepb) e serão publicados com recursos da Instituição. Como não podia ser diferente, o tema é “Jackson do Pandeiro: 100 anos do Rei do Ritmo”. A avaliação do material será realizada por uma Comissão Avaliadora, designada pela UEPB/Procult, formada por especialistas da área de Literatura de Cordel, que examinará os critérios de pontuação determinados e os demais requisitos apontados pelo Edital.

As inscrições serão gratuitas e deverão ser feitas mediante o envio, até o dia 26 de novembro, de dois arquivos digitais da obra para o e-mail [email protected], sendo que um deles deve ser enviado em formato DOC e outro em formato PDF. Os arquivos impressos devem ser protocolados na PROCULTr, situado no Bloco Administrativo da Reitoria, 3° andar (salas 317 e 318), de segunda a sexta-feira, das 7h às 12h e das 13h às 17h30. O arquivo em formato PDF não pode apresentar o nome do autor, ou qualquer forma de identificação do mesmo (acróstico, por exemplo). Esse arquivo será caracterizado de acordo com o número de inscrição do candidato e impresso e enviado para a Comissão Avaliadora nomeada pela Procult. O outro, em formato DOC, ficará com a Procult e será utilizado para a criação gráfica das obras selecionadas, devendo conter os dados do autor, incluindo uma minibiografia e seu nome artístico.

Também será necessário entregar um envelope na Procult, com a ficha de inscrição devidamente preenchida e assinada pelo proponente; uma via da obra impressa incluindo o nome completo do autor; cópia do e-mail que enviou anexos dos arquivos digitais nos formatos DOC e PDF para o e-mail [email protected]; cópia de RG e CPF; comprovante de residência (para os não paraibanos, comprovação de tempo de residência conforme o edital); declaração de autoria e ineditismo; autorização para publicação.

Entre os requisitos estéticos e éticos do Concurso figuram privilegiar a pluralidade de ideias, problematização e respeito à diversidade humana e social, bem como estar isento de textos e/ou imagens indicativas de preconceitos ou estereótipos que remetam a discriminações de qualquer natureza.

O resultado final será divulgado no dia 13 de dezembro. Cada título classificado terá publicado o total de dois mil exemplares. As obras serão distribuídas da seguinte forma: 50% dos exemplares para os autores (direitos autorais); 40% para a UEPB; 10% para o Sistema de Bibliotecas Públicas da Paraíba. A critério da UEPB, por recomendação da Comissão Avaliadora, poderão ser indicadas para posterior publicação, como “Menção Honrosa”, obras que sejam consideradas relevantes, mas que não tenham obtido pontuação suficiente para a classificação no limite da quantidade de obras classificáveis.

Outras informações podem ser obtidas por meio do telefone (83) 3315-3446. Confira o edital clicando AQUI.

Texto: Oziella Inocêncio

Etiquetas

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar