Brasil

Governo demite o presidente da Funarte pela segunda vez

design-sem-nome-9 Governo demite o presidente da Funarte pela segunda vez

O ministro-chefe da Casa Civil, Braga Netto, tornou sem efeito no começo da noite desta terça-feira, 5, portaria que readmitia o maestro Dante Mantovani como presidente da Funarte. A portaria, publicada em edição extra do Diário Oficial da União, torna sem efeito outra portaria, que tinha sido publicada pela manhã, renomeando o maestro para o cargo.

Mantovani foi demitido pela segunda vez no governo Bolsonaro logo após dar entrevista a VEJA, antecipando seu plano de lançar um edital emergencial para apoiar artistas que estão impossibilitados de trabalhar durante a pandemia de coronavírus. Os artistas receberiam cachê para se apresentarem nos canais virtuais da Funarte.

Na entrevista a VEJA, Mantovani atribuiu sua demissão há dois meses à secretaria Especial de Cultura, a atriz Regina Duarte: “Na verdade, fui exonerado quando a secretária Regina Duarte assumiu, foi pedido dela”, disse Mantovani. Perguntado se Regina Duarte ainda teria condições para permanecer no governo, o maestro respondeu: “É uma decisão dela,você tem que perguntar a ela”. Ele disse ainda que não ficaria enclausurado em sua casa, em home office, igual a Regina Duarte.

VEJA

Etiquetas

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar