Esportes

Barcelona goleia Chelsea e conquista Liga dos Campeões feminina

000-9a49rb-600x400 Barcelona goleia Chelsea e conquista Liga dos Campeões feminina

Um gol contra no primeiro minuto, outro de pênalti aos 14 e mais dois ainda no primeiro tempo. O Barcelona abriu 4 a 0 sobre o Chelsea com pouco mais de meia hora e só precisou administrar a vantagem no placar para levar pela primeira vez o título da Liga dos Campeões feminina neste domingo, em Gotemburgo, na Suécia. O clube catalão completa, assim, a inédita dobradinha de gênero na história do torneio europeu, adicionando mais um troféu na coleção que tem outros cinco conquistados na edição masculina da competição.

1e84b3fdec417c1d760131ea8251695ec7bc89e0 Barcelona goleia Chelsea e conquista Liga dos Campeões feminina

 

O Barcelona conseguiu abrir o placar logo no primeiro ataque. Depois de acertar o travessão em chute de fora da área, contou com o azar da artilheira inglesa Fran Kirby, líder da última parcial do Melhores do mundo do ge. Na tentativa de cortar o perigo da área no rebote, a artilheira do Chelsea chutou em cima de Leupolz. A bola bateu na perna da companheira e foi direto para o ângulo da própria meta.

041126562ac6178f505911f65c172ee6065e1167 Barcelona goleia Chelsea e conquista Liga dos Campeões feminina

A vantagem do Barça aumentou pouco depois, aos 14 minutos, em pênalti convertido pela capitã espanhola Alexia Putellas. Quase em seguida, aos 20, sua compatriota Aitana Bonmati fez o terceiro gol. A norueguesa Caroline Hansen marcou o quarto, depois de grande jogada da craque holandesa Lieke Martens, eleita melhor do mundo pela Fifa em 2017.

A atacante brasileira Giovana Queiroz, de 17 anos, faz parte do elenco do Barcelona, mas não foi relacionada para a viagem à Suécia. Ela tem duas convocações para a seleção. Entrou em três amistosos, contra Equador (dezembro), EUA e Canadá (ambos em fevereiro), mas não é cotada para as Olimpíadas.

Três outras jogadoras do país conquistaram anteriormente a Champions; Rosana Augusto, com o Lyon, na temporada 2011/12, Cristiane, com o Turbine Potsdam, em 2004/05, e Marta, com o Umea, em 2003/04.

 

Vice diante do Lyon em 2019, o Barcelona foi o oitavo clube diferente a conquistar a Liga dos Campeões feminina, em sua 20ª edição. Criada na temporada 2001/02 e chamada na época de Copa da Uefa feminina, teve o nome definitivo adotado a partir de 2009/10.

Lista das vencedoras da Liga dos Campeões feminina

 

Lyon (FRA) – 7 títulos
FFC Frankfurt (ALE) – 4 títulos
Umea (SUE), Wolfsburg (ALE) e Turbine Potsdam (ALE) – 2 títulos
Barcelona (ESP), Arsenal (ING) e Duisburg (ALE) – 1 título

Globo Esporte

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar