Esportes

Vasco vence em casa após quase um mês e mantém liderança na Série B

nene-comemora-o-primeiro-gol-do-vasco-contra-o-brasil-de-pelotas-1468105136087_615x300-300x146 Vasco vence em casa após quase um mês e mantém liderança na Série B

A sequência negativa do Vasco em São Januário chegou ao fim neste sábado. O clube carioca venceu o Brasil de Pelotas em casa por 2 a 0, foi aos 31 pontos e manteve a liderança na Série B. Os gols foram anotados por Nenê e Luan.

A equipe de Jorginho não ganhava em seu estádio desde o dia 14 de junho, quando bateu o Náutico por 3 a 2. Desde então, sofreu derrotas em casa para Paysandu e Paraná e viu os concorrentes se aproximarem na tabela.

No próximo sábado, às 18h30, o Vasco encara o Luverdense fora de casa. Jorginho não poderá contar com Nenê, que recebeu o terceiro amarelo neste sábado. Na mesma data e horário, o Brasil de Pelotas recebe o Vila Nova.

Artilheiro, Nenê conduz o Vasco à vitória

Um belo gol, uma assistência, toques refinados e muita liderança. Principal referência do Vasco, Nenê comanda boa parte das ações ofensivas da equipe. Com 10 gols na Série B, ele é o artilheiro da competição e a maior esperança de que o clube carioca conquistará o acesso.

Vasco começa bem, mas cai de produção no 1º tempo

O Vasco começou a partida disposto a fazer seu torcedor esquecer as derrotas diante de Paraná e Avaí. Logo aos 3 minutos, em uma falta de longa distância, o zagueiro Rodrigo obrigou o goleiro Luiz Müller a fazer boa defesa.

Com o Brasil de Pelotas recuado, o Vasco aproveitou para trocar passes e pressionar o adversário. Aos 9 minutos, Thalles tocou de cabeça, Nenê dominou com classe entre os zagueiros da equipe gaúcha e invadiu a área. O camisa 10 chutou com firmeza no canto direito e não deu chances para o goleiro Luiz Müller.

A partir da segunda metade da primeira etapa, o Vasco perdeu volume de jogo e passou a ser ameaçado pelo Brasil de Pelotas. Dependente da bola parada, o time da casa voltou a sofrer com os contragolpes e quase viu os xavantes quase empatarem aos 48. Ramon, que já havia desperdiçado um gol incrível, saiu cara a cara com Jordi, mas falhou mais uma vez na finalização.

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar