CidadesDestaques

BANCO DE PALMA: Monteiro implanta maior programa de recuperação de palmais da história do Cariri

BANCO-DE-PALMA-Monteiro-implanta-maior-programa-de-recuperação-de-palmais-da-história-do-Cariri-2-600x400 BANCO DE PALMA: Monteiro implanta maior programa de recuperação de palmais da história do Cariri

A Prefeitura de Monteiro, em parceria com o Governo do Estado, através do PROCASE, estará concluindo até o dia 31 de dezembro, o maior programa de enfrentamento à seca e alimentação animal da história do Cariri Paraibano, com a implantação de 15 Bancos de Palma forrageira resistente à Cochonilha do Carmim.

A Cochonilha do Carmim, considerada a principal praga dos plantios de palma forrageira, teve sua origem no estado de Pernambuco e atingiu a Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará e Alagoas. Na Paraíba, somente até o ano de 2014, a cochonilha devastou mais de 150 mil hectares de palma, causando um prejuízo de cerca de 500 milhões de reais nas regiões do Sertão, Cariri e Agreste.

Mais de 20 mil produtores rurais foram prejudicados pela destruição, sendo obrigados a buscar formas alternativas para a sobrevivência dos animais, principalmente do gado. Os prejuízos provocados pela ação do parasita também gerou desemprego e reduziu a renda, principalmente em 17 municípios do Cariri Ocidental e Oriental, onde a devastação chegou a 100%.

BANCO-DE-PALMA-Monteiro-implanta-maior-programa-de-recuperação-de-palmais-da-história-do-Cariri-3-600x400 BANCO DE PALMA: Monteiro implanta maior programa de recuperação de palmais da história do CaririSomente na zona rural de Monteiro, foram implantados 15 campos de produção de forragem em 11 comunidades rurais. Doze campos de produção foram contemplados com a perfuração de poços artesianos, instalação de cata-vento, caixa d’água de 5 mil litros e kit de irrigação do palmal, nas comunidades de Angiquinho (03); Santa Catarina (01); Pitombeira (01); Garapa (02); Tingui (01); Jabitacá (01); Vila Lafayette (01); Pau D’arco (01); e Sítio Extrema (01).

As comunidades rurais de Picos, Barreiros e Angiquinho, também foram contempladas com três campos de produção de forragem, com a implantação de Barragem Subterrânea onde foram plantadas 10 mil raquetes de Palma em cada, totalizando 30 mil raquetes plantadas.

Segundo a prefeita Anna Lorena, “A implantação dos Bancos de Palma têm uma importância vital para o pequeno produtor rural, garantindo alimento pro rebanho durante todo o ano e, ao mesmo tempo, gerando renda para o criador nos períodos de seca extrema. Além disso, esse projeto tem a função social de fortalecer o associativismo, pois daqui há 6 meses, de cada campo de produção de forragem irrigado, haverá a doação de 10 mil sementes de Palma para atender mais 15 comunidades rurais, totalizando 150 mil raquetes.”. Concluiu.

ASCOM

Etiquetas

O Pipoco

Jornalismo sério com credibilidade. A Verdade nunca anda sozinha. Apresentaremos fatos num jornalismo investigativo e independente. Com o único compromisso de mostrar para Você, Cidadão, o que acontece nos bastidores da Política; da Administração e Outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar